Profile Final Fantasy VII: Advent Children – biografia dos personagens e curiosidades

Publicado: 03/10/2011 por Márcio Alexsandro Pacheco em Anime/Mangá, Artigos
Tags:, , , , , ,



Nós já analisamos o filme Final Fantasy VII: Advent Children e agora está na hora de analisarmos mais profundamente os personagens desse fantástico filme, descobrir algumas curiosidades e ouvir a ótima trilha sonora (realmente, vale a pena!). A matéria inteira possui Spoilers, caso você ainda não tenha visto o filme e não queira estragar a surpresa, melhor ir parando por aqui (mas saiba que estará perdendo coisas interessantes).


Os Personagens


cloudCloud Strife: O personagem principal, toda a trama está praticamente em volta dele. Depois de salvar a humanidade das mãos de Sephiroth e Jenova, Cloud dedicou-se ao trabalho de entregador do orfanato que Tifa construiu. Mas como todo bom herói, ele é amargurado por fantasmas interiores oriundos do seu extremo complexo de culpa pela morte de Aeris e Zack. Ele larga o orfanato para cair na estrada com a sua moto em busca de respostas e uma tentativa de perdoar a si mesmo e também por estar com a terrível doença Geostigma. Cloud está mais forte do que antes, como o próprio Sephiroth reconhece durante a batalha final deles. Ele carrega um celular para ouvir as mensagens dos seus colegas, apesar de nunca atender ao telefone.

 

Tifa Lockhart: Tifa está maravilhosamente representada no filme, com um visual de deixar qualquer um babando, apesar dela sofrer uns cortes “peitorais”, se comparada com a sua versão do game. Com a doença do Geostigma se alastrando por toda a parte e atingindo principalmente as crianças, Tifa construiu um orfanato no lugar do seu antigo bar 7th Heaven, que servia de fachada para o grupo anti-Shinra, a Avalanche, auxiliando crianças desamparadas. Entre elas, Tifa dá uma atenção especial para Marlene, filha adotiva de Barret e Denzel, um guri infectado pelo Geostigma. Ela vive ligando para Cloud deixando-o informado com as novidades e está com as suas habilidades de luta em dia, como podemos comprovar durante sua luta contra Loz, na igreja de Aeris.

 

Vicent Valentine: Tirando Cloud e Tifa, Vicent é o personagem das antigas que mais aparece (provavelmente por causa do seu jogo solo) explicando ao Cloud quem são os novos vilões e falando da doença do Geostigma. Como sempre ele está bem soturno e sombrio, com uma boa dublagem dando o requinte necessário que ele precisa. Reparem em como a sua capa vermelha tremula pelo ar, ficou muito bem feito, pode lembrar a capa do Spawn (do filme).


 

Kadaj: O vilão principal e um novo personagem, que lembra muito Sephiroth. Ele é o líder do pequeno grupo de “adoradores de Sephiroth” e o que eles são e como surgiram não é muito bem explicado. Durante o filme recebem algumas denominações como “espíritos” e “larvas”, o que pode render análises mais profundas e a muuuiiitas considerações, por isso para simplificar, vamos dizer que eles são uma espécie de clones de Sephiroth, apesar de não serem iguais a ele. Kadaj está muito bem representado e tem uma grande atuação no filme, o que valerá uma fama tão grande quanto à do próprio Sephiroth. Seu objetivo é conseguir a cabeça de Jenova e juntar todas as pessoas contaminadas, dessa forma reunindo todas as células de Jenova restantes e então esperar alguma manifestação da “mãe”. Kadaj, por ser um “clone” muito próximo a Sephiroth possibilita o retorno do grande vilão ao se encostar com as células de Jenova já no final do filme. Kadaj encontra o seu fim nos braços de Cloud, quando Aeris o chama para fazer parte do Lifestream.

   Loz: Um dos integrantes da gangue de Kadaj. Possui cabelos curtos e como os outros dois, possui uma personalidade bem violenta e agressiva, gosta de usar a força bruta (mas que por vezes vira um bebê chorão quando fala da “mãe”). Não possui um grande desenvolvimento na trama como Kadaj e está ali mais para encher linguiça mesmo. Trava uma batalha com Tifa, que apesar de levar umas porradas, acaba nocauteando a beldade. Ah sim, possui um celular com o toque da fanfarra de vitória do jogo ^^


 

 Yazoo: O terceiro integrante clone de Sephiroth. Yazoo já possui cabelos compridos e assim como Loz, não tem um grande desenvolvimento na história, servindo mais como coadjuvante para as espetaculares cenas de batalha. Dentre os três, aparenta ser o mais calmo.

 

 Caith Sith: Se você piscar, corre o risco de não ver Cait Sith montado nas costas de Red XIII. Originalmente, Cait Sith era um gato que controlava um Moogle mecânico. Na verdade, o gato também era mecânico, sendo controlados por um funcionário da Shinra. Porém no filme, a “parte gato” é mostrada como se fosse viva (ou será que ele está sendo controlado a distância?). Com certeza o Moogle mecânico fez falta no visual de Cait Sith.


 

 Zack: Aparece em algumas lembranças de Cloud, mas só aparece mesmo no final do filme. Zack, que era membro da Soldier, era amigo de Cloud (que era na verdade um simples soldado, e não um membro da Soldier). Com a ajuda de Zack, Cloud conseguiu “derrotar” Sephiroth no Lifestream na sua cidade natal, Nibelhein. Porém Zack acaba sendo morto, fuzilado por soldados da Shinra (os Turks) na frente de Cloud, que nada pode fazer para salvá-lo. No filme, Cloud aparece enterrando sua Bastard Sword no alto de uma montanha. Em frente a essa espada, ele diz: “Eu viverei por você também…”. Cloud está se referindo a Zack. A Bastard Sword pertencia a ele, e Cloud passaria a usá-la depois. Em certos momentos um lobo aparece nas cenas. Esse lobo simboliza Zack. Vale lembrar que Zack foi o primeiro amor de Aeris, e por ele ser muito parecido com Cloud, acaba despertando sentimentos na mocinha pelo jovem herói loiro de olhos azuis.

 

Sephiroth: Seph dá as caras no filme para uma batalha titânica contra Cloud no final do filme, com um novo tema musical agora com arranjos de guitarra. Kadaj durante sua luta com Cloud, entra em contato com as células de Jenova, transformando-se então em Sephiroth, o lendário Soldier que empunha a sua Masamune. Sephiroth, como sempre, está grandioso e a dublagem da sua voz está mais do que perfeita. Seus olhos verdes encaram Cloud e a luta começa. Faíscas saem da luta das espadas, tanto um quanto outro aplicando golpes poderosos. Seph então derruba Cloud e atravessa seu ombro com a sua Masamune. Provocando Cloud, ele diz: “O que é importante para você? Para eu ter o prazer de tirar de você”. Não é preciso dizer que essas palavras trouxeram lembranças à tona, e com a força recém adquirida graças ao ódio (e a uma certa Flower Girl na cabeça), Cloud utiliza a sua nova espada para acabar com Sephiroth. E olhando para Cloud, Sephiroth diz suas últimas palavras antes de desaparecer meio as suas penas negras: “Eu não serei apenas uma memória”.
Reno: O ruivinho com cabelo espetado guarda-costas e pau-mandado de Rufus para trabalhinhos extra-oficiais. É ele quem liga para Tifa procurando por Cloud para Rufus e que depois ela o avisa pelo celular. Possui boas habilidades de luta e consegue até lutar de igual para igual contra Yazoo por um tempo. É o “engraçadão” do filme, a maioria das partes cômicas pertencem a ele e a Rude.


  Tseng: Líder dos Turks, quase nem aparece no filme. Logo no início podemos escutar ele e Elena lutando contra Kadaj e os outros, na Cratera Norte, que estavam a procura da cabeça de Jenova. Reno consegue escapar com a cabeça dela de helicóptero, mas Tseng e Elena ficam para trás para serem torturados por Kadaj.


 Elena: A mais jovem integrante dos Turks, estava acompanhando Tseng na busca da cabeça de Jenova na Cratera Norte e também foi torturada por Kadaj. Ela e Tseng foram encontrados por Vincent quase mortos, mas conseguiram sobreviver graças a ele. Foi com eles que Vincent conseguiu as informações que posteriormente passaria para Cloud. Os dois só aparecem no final do filme, ao lado de Rufus.


 Rude: Companheiro inseparável de Reno, o careca é chegado num óculos estilo Matrix (tanto que uma hora Reno quebra seu óculos e logo em seguida o cara já pega outro de dentro do seu casaco). Possui o mesmo papel de Reno, como capanga de Rufus e também possui boas habilidades de luta e empenha muito bem o papel cômico. Ele e Reno usam poderosos explosivos na tentativa de acabar com Loz e Yazoo (e quase conseguem) e a princípio podemos pensar que eles morreram em uma missão suicida, mas eles aparecem ao lado de Rufus no final do filme.

Rufus: Filho do presidente da Shinra que foi morto por Sephiroth e que desde então assumiu seu posto, mas não se sabia se estava vivo, pois aparentemente havia morrido no game. Ele reaparece todo encapuzado como se fosse o próprio Lord Sith de Star Wars, escondendo as feridas de seu rosto por causa do Geostigma e está numa cadeira de rodas. Rufus aparentemente retorna como um dos mocinhos. Seu plano é reconstruir a Shinra e ajudar o Planeta a se recompor, já que as pessoas culpam a Shinra pelo estado deplorável do Planeta e consequentemente pela doença do Geostigma. É ele quem comanda os Turks e está sempre tentando enganar Kadaj e sua gangue, sobre o paradeiro da “mãe” deles. Ele mente tanto para Kadaj como para Cloud. Rufus conseguiu encontrar a cabeça de Jenova na Cratera Norte, lugar onde ela e Cloud lutaram no game. O tempo todo a cabeça de Jenova estava com ele. O que ele realmente planejava, procurando pela cabeça de Jenova continua sendo um mistério. Rufus chama por Cloud e pede a sua ajuda para enfrentar Kadaj e os outros, mas Cloud está pouco se fu$#@%& para Rufus e literalmente manda ele a M….

Marlene: Filha adotiva de Barret, ela possui uma participação bastante ativa no filme, aparecendo mais até que outros personagens da série. É ela que narra o flashback no início do filme e demonstra gostar muito de Cloud e Tifa. Demonstra ter personalidade quando impede que Loz mate Tifa na igreja e até bronca no Cloud ela dá. Como toda boa pirralha amiga dos mocinhos, acaba sendo raptada por Kadaj. Destaque para o momento em que ela corre para debaixo da capa de Vincent e pergunta a ele se possui celular, que claro, ele não possui (na batalha contra Bahamut ele até pergunta onde fica a loja de celulares ^^).

 Denzel: Outro personagem criado especialmente para o filme, mas que não possui nenhum destaque. Ele é amigo de Marlene e está com a doença Geostigma e que está sob os cuidados de Tifa e Cloud. No final, acaba se curando, é claro.


 
Red XIII: Também conhecido como “Nanaki”. Pobre felino, muito pouco aproveitado apesar de ser o personagem com um dos visuais mais legais de toda a série. Red quase não fala nada no filme todo, mas pelo menos aparece na luta contra Bahamut.


 
Yuffie Kisaragi: A caçadora de Matérias está muito bem representada, mostrando bem sua personalidade e com frases que poderiam estar no game, como quando Vincent diz que Kadaj é uma “larva” e ela fica toda enjoadinha.

 

Barret Wallace: O negão com a metranca no braço está à procura de novas fontes de energia, e acaba achando petróleo. Como sempre muito preocupado com Marlene e impaciente para as lutas. Ele já chega detonando sua metralhadora no Bahamut.


 

Cid Highwind: O coroa demonstra ainda estar em forma com a sua lança ajudando na mega luta contra Bahamut. Aparece com a Highwind, que aparentemente ele fez algumas melhorias. Assim como no game, ele aparece mancando no filme, para a alegria dos fãs detalhistas.


 

 

Aeris Gainsborough: A eterna e amada Flower Girl. Ela está de volta, mas certamente não do jeito que muitos fãs gostariam. Ela aparece em vários momentos para ajudar Cloud, aliás, momentos cruciais, que sem a presença dela, com certeza Cloud não teria ido muito longe. Em vários momentos ele vê a imagem dela, como na belíssima cena do campo de flores em que ele pede para ser perdoado, ou então ouvindo a sua voz para continuar em frente, como na luta contra Kadaj na igreja de Aeris, em que ela faz cair uma chuva de água límpida, que cura o Geostigma do braço de Cloud e espanta Kadaj. É Aeris quem acolhe Kadaj em seu leito de morte para se juntar ao Lifestream e é ela quem faz cair a chuva pelo Planeta que irá curar todas as pessoas afetadas. Quando Cloud morre por causa de Loz e Yazoo, seu espírito vai até o Lifestream, mas é interceptado por Aeris e Zack e por não ser ainda a sua hora, é mandado de volta. Para os fãs, que como eu, gostariam de ver que de alguma forma Aeris revivesse e ficasse com Cloud (porque você teve que morrer Aeris!!! Maldito Sephiroth!), podem esquecer, infelizmente isso não vai acontecer. Ela está morta e será agora uma lembrança eterna na vida do ex-Soldier. A cena final, em que Cloud está na água com um bando de crianças e então olha para a porta da igreja, ele pode ver Aeris caminhando em direção a saída, indo embora. Para ele, é como se não existisse mais nada em volta, apenas aquela visão de Aeris caminhando com Zack parado na porta. A expressão nos olhos de Cloud pode pegar os mais “durões” de surpresa, ele a olha com uma mistura de tristeza e dúvida enquanto a jovem de cabelos castanhos vira-se para mostrar seu lindo rosto e dizer: “Agora você está bem, não é?”. E então ela vai embora… foi um último adeus… e Cloud percebe isso e pode sentir em seu coração que finalmente alcançou o seu perdão e que jamais estará sozinho, que ela sempre estará com ele…

Bahamut: E por último, mas não menos importante, temos o sempre fodíssimo, Bahamut. O Senhor dos Dragões já é um personagem clássico na série de games, sempre fazendo aparições nas invocações em cenas espetaculares. Bahamut aparece no filme sendo invocado por Kadaj (que roubou as Matérias de Cloud) para destruir o Memorial da Shinra e procurar a cabeça de Jenova, que Kadaj achava estar lá escondida (e na verdade estava com Rufus). Bahamut faz o maior estrago no centro da cidade, mas acaba encontrando o seu fim graças ao ataque conjunto de Cloud e seus amigos (claro que o golpe final fica a cabo de Cloud “cof”…Seiya… “cof” e sua poderosa espada).

Curiosidades:


– Cloud usa uma nova espada, chamada de Fusion Sword, que é formada por 6 outras espadas, veja o esquema abaixo:



– Kadaj usa como arma uma espada de duas lâminas, uma do lado da outra. Loz usa a força bruta, mas possui acoplado no braço uma arma que pode atirar e que serve de escudo e Yazoo utiliza uma mistura de espada com pistola, no melhor estilo Gunblade (Final Fantasy VIII).

– No final aparece uma fotografia com todos os personagens, menos Aeris, que está sendo representada pelas flores em cima da mesa.

– Todos os personagens possuem em seus braços (ou pata, no caso de Red XIII) uma fita rosa (Cloud usa escondida debaixo da manga, Marlene usa uma fita rosa para prender o cabelo, e até mesmo Cait Sith usa uma), da mesma cor que a roupa da Aeris, em
uma homenagem a ela.

larga o telefone mulher… fita rosa no braço


– Os Chocobos não aparecem no filme, mas há no filme uma placa com a indicação “Chocobo Farm” e há pessoas que dizem que nos créditos finais aparece uma manada de Chocobos correndo na floresta, mas a imagem é muito distante e não é muito clara, então não é possível afirmar com certeza.

Chocobo Farm para a direita


– Quando o celular de Cloud caí na água, podemos ouvir uma ligação de um tal de Reeve. Esse cara era empregado da Shinra e era quem controlava o robô de Caith Sith no game.– Ainda no lago, quando o celular chega ao fundo, podemos ver uma rocha que se assemelha (não estou dizendo que é) a uma mão. Se foi coincidência ou proposital jamais saberemos, mas é no mesmo local em que Cloud deixou o corpo de Aeris.

 

descanse em paz Aeris

– Os nomes de Kadaj, Loz e Yazoo têm origem da religião Hebraica, assim como o nome de Sephiroth  e Jenova.– Assim como Sephiroth, Kadaj, Loz e Yazoo também são canhotos.

– Durante o filme, vários Limits do game estão presentes. Cloud utiliza vários, sendo o último o Omnislash, aplicado em Sephiroth e seu Limit mais forte do game. Tifa também usa vários de seus Limits durante sua luta com Loz, inclusive o seu golpe mais poderoso, o Final Heaven (e o cara ainda levanta pra atender o celular). Barret usa o Big Shot, Red o Sled Fang e Cid o Booster Jump, todos aplicados contra Bahamut. E Aeris usa o seu mais forte Limit, o Great Gospel, que é uma chuva sagrada.


– One Winged Angel além de um novo arranjo, possui uma nova letra (a tradução está em inglês logo abaixo):
Don’t remain,
Remain in memory
Don’t remain,
Remain in memory
Sephiroth
Sephiroth
Fierce rage,
Rage and sorrow
Fierce rage,
Rage and sorrow
Sephiroth
SephirothWild,
Terrifying,
Terrifying
FateDon’t remain,
Remain in memory
Don’t remain,
Remain in memory
Sephiroth
SephirothAh…

Come, my son
Come, my son
Come here, give me
Death again

Come, my son
Come, my son
Come here, give me…

Don’t
Remain,
Memory;
Fierce
Rage and
Sorrow;
Wild,
Terrifying
Fate;
That man
Once again
Will come.

My son, come
Come, come, my son
My son, come
Come, come, my son
My son, come
Come, come, my son
My son, come
Come, come, my son

You who invite death
My son, come
Come, come, my son
Fatal punishment born
My son, come
Come, come, my son
Don’t call the name
My son, come
Come, come, my son
That man will come again
My son, come
Come, come, my son

Sephiroth
Sephiroth

Sephiroth

– A música “Calling” é a única música que não foi composta por Nobuo Uematsu, pertencente a Kyosuke Himuro e é de 1989 e toca nos créditos finais quando Cloud está andando solitário de moto. Vejam na tradução em inglês como ela se encaixa perfeitamente com o filme, falando de dor e da espera de mudanças na vida:
Calling

Nemurenu yoru wo ikutsu kazuetara
ore-tachi tadoritsuku darou

Dore dake no inochi nakushita toki arasoi wa owaru no darou

Rekishi no ue wo korogaru dake no sukuenai doukeshi-tachi

Itsuka dareka ga itte ta you ni

Kotae wa kaze no naka

Somuketa kao wo ikutsu utaretara kizukanu furi yameru no ka
Dore hodo no kurushimi ni taetara egao wa jiyuu ni naru no ka
Sabita kusari ni tsungareta mama mata shippo wo maku no nara
Itsuka dareka ga itte ta you ni
Kotae wa kaze no naka

Furishiboru koe to nigirishimeru sono te de
Unmei wa kitto kawaru toki wo matte iru
Chippoke-na ai no sasayaka-na chikara de
Kanashimi wa itsumo dakareru no wo matte iru

Uso no pazuru wo narabekaeteru aware-na petenshi-tachi
Fukiyousa wo kiyou ni furumau oroka-na romanchisuto-tachi
Rekishi ga nanimo kataranaku naru sonna hi ga kuru yokan ni
Itsuka dareka ga itte ta you in
Kotae wa kaze no naka

Furishiboru koe to nigirishimeru sono te de
Unmei wa kitto kawaru toki wo matte iru
Chippoke-na ai no sasayaka-na chikara de
Kanashimi wa itsumo dakareru no wo matte iru



Calling-Tradução:

I wonder how many sleepless nights you have to count, before you find your way
After how many lives are lost, will the strife end?
Clowns that cannot be saved, just tumbling atop of history
Like someone said one day before
The answer is in the wind

How many times does your face have to be hit as you turned it away, before you
stop pretending you don’t notice?
How much pain must you endure, before you smile freely?
If you’re going to accept defeat again, still bound by rusted chains
Like someone said one day before
The answer is in the wind

With your voice strained and your hands gripping tightly
Waiting for the time when your destiny is sure to change
With the faint power of a tiny love
Always waiting for your sadness to be embraced

Pitiful frauds working their puzzles of lies
Foolish romanticists who gracefully entertain with clumsiness
And the premonition of the coming of the day when history will tell you nothing
Like someone said one day before
The answer is in the wind

With your voice strained and your hands gripping tightly
Waiting for the time when your destiny is sure to change
With the faint power of a tiny love
Always waiting for your sadness to be embraced



Trilha Sonora:

Disco 1

01 – Opening
02 – The Promised Land
03 – Beyond The Wasteland
04 – Sign
05 – Tifa’s Theme (Piano Version)
06 – For the Reunion
07 – Those who Fight (Piano Version)
08 – Water
09 – Materia
10 – Black Water
11 – Aerith’s Theme (Piano Version)
12 – Battle in the Forgotten City
13 – Violator
14 – The Great Northern Cave (FFVII AC Version)

Disco 2

01 – Divinity I
02 – Those Who Fight (FFVII AC Version)
03 – Those Who Fight Further (FFVII AC Version)

04 – Divinity II
05 – Encounter
06 – The Chase of Highway
07 – Savior
08 – J-E-N-O-V-A (FFVII AC Version)
09 – Advent: One-Winged Angel
10 – Cloud Smiles
11 – End Credits
12 – CALLING


Anúncios
comentários
  1. HGX disse:

    Na verdade o Reeve não é quem controla o Cat Sith, e sim sabe quem é, pode ser visto isso no Dirge of Cerberus;
    E a espada q Cloud usa se chama “Fusion Sworm”.

    • Então HGX, essa matéria foi escrita no lançamento do filme Advent Children, em 2005, que não deixa claro que Cait Sith é um robô ou não (o Moogle mecânico nem aparece no filme). No game Dirge of Cerberus, que saiu DEPOIS do filme, em 2006, foi revelado que Reeve controlava Cait Sith (o gato) mentalmente (na verdade, isso tb não fica muito claro, mas Reeve tem sim algum tipo de controle sobre ele), e quanto à espada, ela se chama “Fusion Sword” realmente (na época haviam traduzido como ‘Ultimate Sword”).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s