Alisia Dragoon – lendas e fantasia neste belo game de plataforma para Mega Drive

Publicado: 11/10/2011 por Márcio Alexsandro Pacheco em Análises, Mega Drive
Tags:, , , , , ,

Ela é durona. Ela é perigosa. Ela é… Alisia Dragoon

 

Já falamos aqui da famosa bruxa Bayonetta, agora está na hora de falar de outra, não tão famosa. Os “old gamers” talvez lembrem desse jogo, que apesar de muito bom, não foi muito reconhecido (provavelmente pela falta de apoio da Sega of America). Alisia Dragoon foi lançado em 1992 pela competente Game Arts (Silpheed, série Lunar, série Grandia).

O game recebeu boas críticas em seu lançamento, mas logo caiu na obscuridade para ser logo esquecido, o que é uma pena, pois é um jogo que merecia ser mais conhecido entre os gamers. Ele apresenta gráficos muito bem feitos, com um visual e feeling de fantasia muita encantador, uma bela trilha sonora, boa jogabilidade e diversão, e ainda por cima tem como personagem principal uma linda e sexy garota.

Ele utiliza o saudoso esquema de jogo plataforma, e pode lembrar muito clássicos como Valis e El Viento. Mas não se engane, Alisia Dragoon tem as suas próprias qualidades que fazem dele um jogo único e uma ótima opção para quem gosta do gênero. Vamos conhecer melhor este jogo então.

 

E lá vem a Garota Dragão

Calma, não se assuste com o título acima, ela é bem bonitinha e gostosinha, aliás usa roupas que podem lembrar a Xena, o que claro, sempre é uma boa referência. A história é o seguinte: o pai de Alisia foi um poderoso mago que lutou contra as forças maléficas de Baldour, um demônio que veio do espaço com propósitos nefastos para a Terra.

Em uma época em que a magia, dragões e lendas reinavam, o pai de Alisia foi brutalmente assassinado na frente de seus olhos, por Baldour e seu braço direito, o feiticeiro Omah. Baldour então recolheu-se em um casulo para recuperar as forças e está prestes a acordar novamente.

Mas eles cometeram um erro mortal: deixaram Alisia viver. A garotinha cresceu. E agora quer vingança. Assim como seu pai, Alisia desenvolveu grandes poderes mágicos e a habilidade de controlar dragões (ahhh, daí o nome então, sacaram?). Sua missão agora é encontrar Omah, o casulo de Baldour e destrui-los.

Ok, a história não é nada que a gente já não tenha visto antes, mas já é o suficiente para te deixar no clima para descer porrada em todo mundo com a garota-dragão, através de fases de pura adrenalina.

 

Gráficos

Alisia Dragoon apesar de não utilizar todo o potencial do Mega Drive, possui gráficos e cenários belíssimos, com tema central o estilo fantasia. Você irá percorrer fases como uma floresta sombria cheia de criaturas pouco amigáveis, templos antigos e ruínas perdidas, pântanos, montanhas, cavernas e até uma espaçonave abandonada, rumo à última fase que é o Sky Palace, onde se encontra Baldour e Omah. Os gráficos possuem uma cor forte e as animações para Alisia e outros personagens estão bem feitas. Foi também produzido pelo estúdio de animes Gainax (Evangelion, Karekano, Nadia) o que pode explicar os belos cenários e a caracterização e design dos personagens.

Além dos cenários bem feitos de acordo com as suas temáticas (pântano, caverna, templos, etc) outra coisa que vai agradar aos olhos é a variedade de inimigos que pipocam na tela. As mais diversas criaturas e monstros irão aparecer pela frente, todos com um design criativo e detalhado, dos pequenos insetos para os montros grandões chefes de fase. Além disso o game possui algumas cut-scenes, com Alisia falando com os chefes de fase.

Confira abaixo as fases do game:

Estágio 1

 

dividido em três cenários: floresta, templo e ruínas

 

aqui temos a fase das ruínas e os dois chefes de fase, que não serão problemas

Estágio 2

 

o estágio 2 é todo no pântano, com belíssimos visuais. O monstrengo verde é o chefão de fase

Estágio 3

 

Alisia está numa estranha nave em forma de peixe, que está cheia de armas de defesa, todo cuidado é pouco

Estágio 4

 

Alisia deixa a nave para ficar nas montanhas, o chefe é essa carcaça de dragão

Estágio 5

 

fase dentro de uma caverna de água e lava, com cenários bem bacanas

Estágio 6

 

com certeza o estágio mais criativo, dentro de uma espaçonave abandonada. A ação não é linear, é toda inclinada o que pode dificultar bastante as coisas. Inimigos fortes aqui.

Estágio 7

 

Alisia está no Sky Palace, fortaleza de Baldour. O Chefe é este feiticeiro

Estágio 8

 

a batalha final. Derrote Amoh e Baldour e livre o mundo dessas ameaças

 

Músicas de outro mundo

Uma das melhores coisas do game, a trilha sonora, que está com uma qualidade excepcional. Já na música de abertura pode-se ouvir a bela melodia em estilo órgão, você fecha os olhos e dá para imaginar alguém tocando o instrumento. Perfeito.

E não pára por aí, já na primeira fase você será embalado por uma música que segue todo o tema do jogo: fantasia. Flautas, órgãos, pianos, tambores com um toque de remixagem (aquela batidinha esperta ao fundo), fizeram uma mistura perfeita que caiu como uma luva para o jogo.

As músicas são bem variadas, algumas mais lentas, outras mais frenéticas e algumas até meio épicas, com aquele feeling de coisa antiga, mitológica, perfeito para dar atmosfera ao game. Pode escutar, você não vai se arrepender.

Os efeitos sonoros também agradam e combinam com o jogo, com barulho de explosões, raios, itens, menu e tudo mais.

 

o game tem algumas cut-scenes, como essa de quando Alisia chega ao Sky Palace

Escute aqui alguns temas musicais do game

Confiram abaixo algumas músicas dessa bela trilha sonora:

Jogabilidade

A jogabilidade é bem simples e é onde ela se difere de games como Valis e El Viento. Alisia tem basicamente um ataque, que é a magia de raios que ela solta pelas mãos. Os raios são teleguiados e vão atrás dos inimigos mais próximos, que possuem energias diferentes, levando mais tempo ou não para serem destruídos. Essa magia possui uma barra de energia, que vai diminuindo enquanto você segura o botão. Quanto mais cheia, mais forte o ataque. Se a barra estiver completa, Alisia pode soltar um ataque devastador destruindo tudo na tela (para isso você precisa esperar alguns segundos sem atacar até a barra encher).

É importante dizer que não adianta só ficar segurando o botão para atacar, pois a barra de energia ficará vazia e você não poderá mais atacar. De tempos em tempos você terá que dar um tempo para a sua energia recarregar, ou seja, vai ficar sem defesas.

 

Mas é bem simples, você pode soltar magia enquanto anda, pode virar-se para acertar os inimigos atrás de você, pular em cima deles e continuar seu caminho. Parece fácil, mas a medida que você vai avançando, os inimigos ficam mais numerosos e dificeis de se matar. Alguns deles vão se teleportar na tela, aparecendo apenas para te atingir, vai levar mais tempo para matá-los e a tela ficará cheia de inimigos mortais, e nesse caos você deve encontrar um tempo para recarregar sua magia. Alisia pode encontrar ainda power-ups, para aumentar sua barra de energia e o poder de sua magia (sua energia pode chegar a seis barras e a magia até oito levels).

Para ajudar em sua caçada por Baldour, Alisia conta com a ajuda de quatro criaturas místicas: um dragão que solta chamas, uma bola de fogo viva que além de atacar inimigos próximos, funciona como escudo; um lagarto que solta bumerangues e finalmente o mais poderoso, o dragão que solta um raio destruindo tudo na tela (porém é o que tem o ataque mais lento).

 

Cada um deles possui sua barra de energia e de poder, ou seja, se você não tomar conta bem deles, vão acabar morrendo e te deixando na mão. Se isso acontecer, você pode ressuscitar o bichinho através de um item encontrado pelas fases.

Como Alisia, eles também possuem power-ups para deixa-los mais fortes e com mais energia. Quanto maior o level deles (no máximo três), mais forte será seu ataque. Você pode escolher apenas um deles, podendo mudar a qualquer momento do jogo, dependendo da situação em que se encontra (todos eles serão utéis em determinadas fases, que irá facilitar sua vida, se souber usá-los bem). Porém quando escolhido, você não tem controle sobre ele, que age independentemente.

 

Algumas dicas. Se você estiver com a energia baixa, use o monstro que é uma bola de fogo, ele servirá de escudo contra os ataques inimigos até que você possa encontrar mais energia. Os bumerangues do lagarto são teleguiados, e podem ajudar em uma situação de inimigos de dificil acesso. O Dragão que solta um raio de luz é o mais forte, indicado para situações em que a tela estiver cheia de inimigos, mas fique esperto que depois de um ataque, ele demora um pouco para lançar outro raio, nesse tempo é bom trocar de bicho novamente ao invés de ficar esperando.

O jogo possui vários itens espalhados pelas fases, alguns escondidos. Além dos power-ups, você pode encontrar itens para recarregar energia da Alisia e dos bichos, uma vida extra, invencibilidade temporária, uso temporário de seu raio mais forte, item para ressuscitar, entre outros.

As fases são longas e é recomendado que você as “fuce” bem, à procura de passagens secretas e itens escondidos. Em algumas fases você inclusive pode encontrar caminhos alternativos até chegar ao chefão, no final delas. Paredes falsas ou que podem ser destruídas são normais, as vezes um simples pulo pode revelar uma plataforma invisivel ou escondida.

Finalizando

Alisia Dragoon é um game que vale a pena dar uma olhada, e se você curte os clássicos games de plataforma então é obrigatório. É verdade que não é um game muito famoso e muita gente nem sabe que ele existe, mas isso não quer dizer que ele não é bom. Pelo contrário, possui gráficos bem feitos, uma trilha sonora impecável, jogabilidade e diversão bastante sólidas, qualidades que deviam atrair todo bom gamer. Infelizmente ficou esquecido no passado, a Game Arts bem que poderia fazer um revival da Garota-Dragão, a exemplo do que vem fazendo com seus outros games clássicos como Lunar (NDS), Gradia III (PS2) e Silpheed (Xbox360).

Além de tudo ele possui um feeling de fantasia que é muito bem-vindo. Seus cenários, o design dos inimigos, da própria Alisia, remetem a um mundo fantasioso de magias, feiticeiros, monstros e lendas míticas, excelente para dar aquela “viajada” e se deixar levar pelo game e esquecer todo o resto. Apenas jogar e se divertir. Experimente.

Conclusão: Alisia Dragoon é um game que vale a pena dar uma olhada, e se você curte os clássicos games de plataforma então é obrigatório. É verdade que não é um game muito famoso e muita gente nem sabe que ele existe, mas isso não quer dizer que ele não é bom. Pelo contrário, possui gráficos bem feitos, uma trilha sonora impecável, jogabilidade e diversão bastante sólidas, qualidades que deviam atrair todo bom gamer.

Nome: Alisia Dragoon

Sistema: Mega Drive

Desenvolvedora: Game Arts

Ano de Lançamento: 1992

Nota da análise: 9/10

+ Design dos personagens bem detalhados
+ Grande variedade de inimigos
+ Excelente trilha sonora
+ Atmosfera e feeling de fantasia
Apesar de oito fases, é um game curto

The Mistress of the Dragoons

comentários
  1. Esse eu terminei com HONRA!!

    Aluguei umas 3 vezes e sempre chegava no final boss e morria. Até que um dia, minha vingança foi malígna!! \o

    Ótimo game!!

  2. helinux disse:

    ta ai um grande clássico!!!!confesso que nunca cheguei ao final….mas tenho boas recordações. Em alguns momentos me lembro vallis!!!!

  3. Helcio Correa Jr. disse:

    Jogaço! Tenho sorte de compra-lo na feirinha e virar muitas vezes. Consegui virar uma vez sem levar um dano! Ganhando o título de Master Dragoon na classificação final ao virar o jogo. É viciante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s