God of War Collection – coleção obrigatória para quem não jogou os dois primeiros games da série!

Publicado: 04/10/2012 por Márcio Alexsandro Pacheco em Análises, PS3
Tags:, , , , , ,

tela do menu inicial da coleção

Os dois primeiros títulos da série “God of War” causaram um impacto imenso em jogadores de todo o mundo, quando lançados para PS2 em 2005 e 2007. Hoje o guerreiro espartano Kratos é um dos personagens de games mais venerados por toda uma legião de fãs, e toda essa fama não é infundada, afinal os dois games em questão formaram a base dos jogos de ação. Tá certo que ele pegou “emprestado” algumas ideias de outros games da época, como “Ninja Gaiden” e “Devil May Cry”, mas ele o fez de forma bastante criativa e original, não sendo apenas uma cópia mal feita.

Um jogabilidade extremamente dinâmica e fluída, uma história épica envolvente aproveitando muito bem a mitologia grega, uma série de golpes, magias e combos para o personagem principal, muito sangue e violência e uma trilha sonora absurda de genial, foram os ingredientes principais para deixar Kratos para sempre na história dos videogames.

compare o original com a versão remasterizada, bem mais polida

God of War Collection” traz justamente esses dois títulos marcantes da era PS2, e se você nunca os jogou e agora tem um PS3, mais do que recomendamos a compra desse disco, que agora traz visuais em alta definição (1280×720, 1080p e 720p), cores mais vibrantes e ação ininterrupta do início ao fim, rodando em fluídos 60 quadros por segundo.

Os jogos não são “remakes”, os gráficos são da era PS2, mas é notadamente visível o esforço da Bluepoint Games/Sony Santa Monica em dar aquela melhorada básica, com aplicação de filtros anti-aliasing para correção de bordas serrilhadas, o que ajudou bastante numa melhor definição dos visuais. As cores que eram mais pálidas no PS2, agora estão mais vibrantes, e os cenários e áreas contam com texturas mais bem definidas, inclusive nas câmeras mais distantes.

a ação intensa continua fluída e empolgante

Além disso, também contam com o sistema de Troféus da PSN, para quem gosta de ser recompensado pelos seus feitos no game e por conquistar desafios. O conteúdo extra dos originais está completamente presente aqui, e o “God of War II” traz ainda mais alguns extras que podem ser acessado através da XMB do PS3.

Apesar do primeiro God of War já ter 7 anos, ele ainda continua com uma jogabilidade impecável e diversão garantidas no PS3. A variedade de golpes é imensa, há muitas armas, magias e golpes que podem receber upgrades. O tema mitológico garante uma boa lista de inimigos, apesar dos mais genéricos não contarem com designs inspirados, o mesmo não se pode dizer dos bichos grandes e dos excitantes chefes de fase gigantescos (como esquecer o combate furioso com a Hidra já na primeira fase?).

chefes de fases gigantescos em full hd na sua tv de 40” vão te deixar babando

O grau de desafio do primeiro não é muito elevado, e sem muitas dificuldades você chegará no final no nível normal em cerca de 10 horas. O segundo já é um pouco mais longo e difícil, levando cerca de 20 horas para ser finalizado.

Mas a série não se destacou apenas pela sua ação desenfreada hack’n slash, mas por misturar vários elementos como o esquema de apertar os botões em sequência em cenas épicas (hoje conhecido como QTE – Quick Time Events), a resolução de “quebra-cabeças” envolvendo partes dos cenários (e até mesmo para derrotar alguns chefes – só dar porrada não adianta), uma pitada de RPG (com sistema de evolução para o personagem e armas) e elementos de jogos de plataforma. Tudo isso é misturado de forma bastante balanceada, o que deixa o jogo sempre interessante e nem um pouco monótono ou repetitivo (o calcanhar de aquiles de muitos hack’n slash esmagadores de botões), que vai garantir horas e horas de diversão incomparável.

para alguns inimigos é preciso estratégia para derrotá-los

Outro ponto que merece ser destacado é a trilha sonora fantástica, um verdadeiro show a parte que por si só já vale os dois games. Os temas orquestrados são dignos de filmes épicos como Spartacus e Ben Hur, e certamente se “God of War” fosse um filme, levaria um Oscar pelas suas músicas. Ligue o seu PS3 no seu Home Theater (ou qualquer sistema de som que você tiver), coloque no último volume e deixe as músicas te envolverem com o universo do jogo. Além dos temas, os jogos contam com excelentes efeitos sonoros, com sons de espadas degladiando-se, explosões, gritos de horror, grunhidos dos montros, cidades em chamas, etc. A dublagem também está impecável, com boas atuações dos deuses e claro, de Kratos, interpretado por Terrence C. Carson.

A rica mitologia grega garante à série uma história envolvente e muito bem amarrada, com temas adultos (cenas de nudez e muito, muito sangue e violência). O primeiro game começa com Kratos se jogando de um precipício, dizendo que os deuses do Olimpo o abandonaram. Ao avançar pelo game, o jogador saberá os motivos disso acontecer. Resumindo, ele busca vingança contra o deus da guerra Ares. O segundo game dá continuação dessa história, ainda de forma mais épica, envolvente e surpreendente do que o primeiro (grandes revelações são feitas). Tudo isso apenas um aperitivo para a empreitada final de Kratos, no bombástico “God of War III”, um dos melhores games do PS3 da atual geração.

Apesar de ser o protagonista, Kratos está longe de ser o estereótipo de “herói”. Ele é mau, sanguinário, egoísta e totalmente sem escrúpulos. Ele fará qualquer coisa, matará qualquer um, para alcançar seus objetivos.

A coleção apresenta alguns defeitinhos, como baixa qualidade de algumas CGs durante os games, alguns bugs provenientes da era PS2 e uma inédita tela de loading. Mas são problemas mínimos, e tem que ser MUITO chato para se ter grandes reclamações dessa coleção (sempre vai ter os chorões mimimi que gostariam nque os gráficos tivessem sido refeitos com a engine do PS3). Algo que senti muita falta foram legendas para as cenas faladas, com o volume da música as vezes fica difícil ouvir o que os personagens estão falando.

assista abaixo o início do primeiro God of War (PS3)

Conclusão: “God of War Collection” é recomendado para você jogador que não teve a oportunidade de jogar os dois primeiros títulos no PS2, ou para você gamer nostálgico, que quer matar as saudades desses dois grandes clássico, com a vantagem de desfrutar de experiências ainda mais impressionantes com visuais em HD bem polidos, desempenho extremamente fluído e diversão garantida. E se tiver sorte, consegue por um preço bem acessível, o meu eu comprei num shopping por apenas R$40,00, um valor ridículo para ver Kratos, o deus da guerra, trucidar os seus inimigos.

Nome: God of War Collection

Sistema: PS3

Desenvolvedora: Bluepoint Games/ Sony Santa Monica

Ano de Lançamento: 2009

Nota da análise: 9.5/10

+ Muito sangue, mutilações e mortes violentas para os inimigos

+ Trilha sonora magnífica

+ História envolvente usando mitologia grega

+ Chefes de fases apoteóticos

+ Mistura bem balanceada de ação e estratégia

+ Kratos é O cara!

+ Visual em full HD deixa o jogo ainda mais impressionante do que já era

+ Muitos extras

Não dá pra voltar na tela de menu principal da coleção

Alguns bugs provenientes da era PS2

Porra Sony, faltou as legendas para as cutscenes!

“I will have my revenge!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s