Scott Pilgrim Contra o Mundo – uma das melhores adaptações games/quadrinhos para os cinemas!

Publicado: 05/10/2012 por Márcio Alexsandro Pacheco em Crítica/Filmes
Tags:, , , , , , ,

*crítica escrita no lançamento do filme

Scott Pilgrim Contra o Mundo (Scott Pilgrim vs the World, EUA-Inglaterra-Canadá, 2010)Gênero: Ação/ComédiaDireção: Edgar WrightDuração: 112 minutosAtores: Michael Cera, Mary Elizabeth Winstead, Brandon Routh, Jason Schwartzman, Aubrey Plaza, Kieran Culkin, Brie Larson, Mae Whitman, Ellen Wong, Anna Kendrick, Mark Webber, Alison Pill, Satya BhabhaCensura:Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

 

Você que está lendo essa crítica e é fã de videogames, quadrinhos e coisas nerd/geek em geral, faça um grande favor a si mesmo e vá assistir “Scott Pilgrim Contra o Mundo”, sério candidato a filme nerd do ano.

Você já leu nossa nossa análise do jogo baseado no filme, que também é muito bom, agora saiba mais sobre este “novo-clássico-épico-moderno” dos cinemas. Mas antes, se você nunca ouviu falar de Scott Pilgrim, aqui vai um breve resumo: é uma série de quadrinhos composta por seis volumes em preto e branco, com a primeira edição lançada em 2004 e a última em 2010 (inclusive lançado no Brasil, pela Editora Companhia das Letras).

Scott deve subir de level para derrotar todos os ex namorados de Ramona

Criado por Brian Lee O’Malley, as histórias têm fortes influências musicais, de quadrinhos, games e cultura pop em geral. Nos quadrinhos (e no cinema e no game) Scott Pilgrim é um canadense de aproximadamente 23 anos, preguiçoso, que não faz nada da vida além de tocar em sua banda de garagem “Sex Bob-Omb”, composta por outros dois colegas (inclusive com uma baterista ruiva que detona).

O filme já revela todo o seu humor em seus minutos iniciais, com Scott sendo zuado pelos amigos por estar namorando uma colegial de 17 anos e “bancando a babá”. Mas as coisas mudam quando ele se apaixona pela misteriosa entregadora de encomendas Ramona Flowers. Mas para ficar com ela, tem um pequeno probleminha: ele deve derrotar a Liga dos 7 Ex-Namorados do Mal de Ramona (tem até mulher na lista da ‘pegadora’ – e com estilo de luta da Ivy Valentine da série Soul Calibur). Pronto, está montado o cenário típico de um jogo da geração 8 ou 16 bits.

E assim o filme prossegue, de maneira bem surreal e nonsense, mas bastante simpático, recheado com cenas de ação frenéticas e editado de uma maneira bastante criativa e inovadora, passando em “fases” e enfrentando “chefões” como se fosse um videogame.

Scott e seu grande amor Ramona

O protagonista que dá nome ao filme é vivido pelo não muito conhecido ator Michael Cera, cuja interpretação não é nenhuma maravilha, mas está bem em seu papel, que é uma mistura de heróis de games como Super Mario, Ryu (Street Fighter) e Link (The Legend of Zelda). O destaque fica para a atriz Mary Elizabeth Winstead, que faz o papel de Ramona, garota descolada dos cabelos roxos/azuis/verde e a “princesa” a ser salva/conquistada, através da evolução e amadurecimento de Scott. A química entre os dois certamente não é a das melhores da história do cinema, mas Mary convence como a “garota dos sonhos”.

Outro que merece destaque é Kieran Culkin (sim, irmão do “pestinha” Macaulay Culkin) como o amigo gay de Scott, o Wallace Wells. O roteiro é bem surreal e está longe de ser um vencedor do Oscar nesta categoria, porém ele cumpre o seu papel: divertir o telespectador. E faz isso muito bem, com piadas criativas e bem colocadas no desenrolar da trama.

Batalhas épicas ao estilo quadrinhos/videogames

Mas se a história não é o forte do filme, o mesmo não pode ser dito das batalhas épicas de Scott contra os ex-namorados de Ramona, com cenas de ação com um raro e frenético entusiasmo que adapta de forma brilhante o mundo dos games/quadrinhos para a tela do cinema. Recheado de onomatopeias, habilidades especiais, golpes sujos e até vidas extras, cada luta contra o próximo ‘chefão’ fica mais difícil para ser superada. Destaque para a batalha de Scott contra Todd (vivido por Brandon Routh, o Super-Homem de “Superman: O Retorno“), o terceiro ex-malvado de Ramona, que por ironia do destino (ou não), está com a ex-namorada que despedaçou o coração de Scott, a Natalie “Envy” Adams, agora uma famosa cantora.

Para completar, o filme conta com um trilha-sonora bacaníssima, totalmente inspirada no cenário grunge dos anos 90, o que fica bem claro através da banda “Sex Bom-Omb”, camisetas usadas por Scott e pelas letras simplistas e melancólicas das canções. Além disso conta com temas de games como “The Legend of Zelda: A Link to the Past“, “Super Mario Bros” e efeitos sonoros de “Sonic the Hedgehog”. Para quem gosta de cortes de cabelos, o filme também pode servir de referência, com cortes e penteados variados (e perfeitos na tela), tanto das mulheres como os dos homens (com exceção do ninho de passarinho de Scott).

veja o show de Envy

“Scott Pilgrim Contra o Mundo” infelizmente não fez muito sucesso e foi considerado um fracasso de bilheteria, mas curiosamente, é um dos melhores filmes com estética de videogame que você pode encontrar no mercado, e que na verdade não é baseado em um jogo. Desde já um “clássico nerd pós-moderno”, o longa-metragem é uma das mais bacanas e criativas transposições do universo de quadrinhos/videogames para cinema, que empolga e diverte ao mesmo tempo, que deve ser curtida com descontração e sem levar a sério (porque se for assistir com um senso crítico, melhor nem ver então). Para quem gosta de cultura pop e histórias de relacionamentos complicados, simplesmente imperdível.

veja a batalha de baixos de Scott vs Todd

comentários
  1. Berserker disse:

    Na verdade é uma historia de amor e bem complexa. Pois é cheia de significados ocultistas como o 7(dos ex´s namorados), como a de você se encontrar para poder defender a pessoa amada e suas opiniões, como a piramide do ultimo chefão, e mais tantas outras mensagens positivas do ocultismo.

  2. Jeny disse:

    Que resposta mais…oculta…não disse nada com nada rapaz de cima…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s