Resenha – Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles

Publicado: 21/10/2012 por Eduardo Farnezi em Resenha
Tags:, , ,


Título Original:
 Death Note Another Note: The Los Angeles

Autor: NisioisiN

Tradutora: Arnaldo Massato Oka

Categoria: : Light Novel

Editora: JBC

Ano: 2011

Páginas: 173


Sinopse:

L, o maior detetive do mundo, está de volta para desvendar uma série de mortes ocorridas em uma das maiores cidades dos Estados Unidos, colocando-o no encalço de um serial killer frio e calculista, que aterroriza a cidade com violentos assassinatos que a polícia local se mostra incapaz de solucionar. Para decifrar as misteriosas pistas deixadas pelo criminoso, L conta com a ajuda da agente do FBI Naomi Misora, travando um sofisticado combate intelectual com o assassino. Porém, em meio às investigações, uma estranha conexão do assassino com o próprio L vem à tona, tornando o caso ainda mais complexo e imprevisível. Um legítimo thriller policial repleto de mistérios e com um final surpreendente, Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles é um empolgante prelúdio de Death Note, um dos maiores sucessos da história dos mangás.


Resenha:

Acredito que quando uma franquia sai de sua mídia original, para invadir outras mídias, visando assim, evidentemente, abarcar novos entusiastas para a mesma, essa mudança deva ter o intuito de trazer novas experiências a aqueles já “iniciados”.

Ora, é evidente que as pessoas que já são fãs da franquia em sua mídia original continuarão a acompanhando, independente da mídia em que estejam, assim sendo, nada mais óbvio e respeitoso do que proporcionar motivos para que os já fãs, continuem a se interessar pelos novos produtos da franquia. Dessa forma, haverá a continuidade do sucesso da franquia para com os já conhecidos da mesma em sua mídia original e haverá a chance de abarcar novos fãs que, de repente, passem a se interessar pelos produtos da mesma em sua mídia original, se tornando novos fãs / consumidores da mesma. Marketing básico…

Essa moda de “cross” entre mídias não é nada nova e gera eventualmente bons frutos, apesar de, infelizmente, não ser necessariamente essa a regra. Na minha última resenha abordei o livro Assassin´s Creed: Renascença, que é o caso mais famoso e rentável do “cross” entre as mídias games X livros. Nesse caso, uma experiência não muito boa para os já iniciados para com a série Assassin´s Creed nos games.

Hoje, trago a resenha de um livro que não tem por mídia base os games, mas sim os mangás. Mais conhecido pelos brasileiros pelo anime, é verdade. Trago hoje a resenha de Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles. Um livro que, como já citado na sinopse, é um prelúdio aos acontecimentos da obra original.

Todo o enredo de Another Note gira em torno do caso em que o detetive “L” e a agente do FBI Naomi Misora trabalham juntos. Para os que já conhecem a história da obra original, sabe que tal caso foi somente citado por Naomi durante uma conversa com Kira. Tal conversa na obra original não continha nenhum tipo dado ou explicação sobre a que se referia esse caso em específico. Dada essa brecha, todo o livro Another Note foi desenvolvido.

Esse é o tipo de “cross mídia” que possui um inestimável valor para todos. Uma ampliação da experiência vivida pelo fã da obra original, que poderá conhecer algo a mais, algo além do já experimentado, acerca do universo de Death Note. Ademais, a pessoa que não conhece nada acerca do universo de Death Note poderá ler o livro e compreender absolutamente toda a história ali contada. É evidente que para a pessoa que conhece a obra original, existem ali inúmeras referências interessantes a Death Note, entretanto, esse conhecimento prévio não é obrigatório para que a leitura seja prazerosa para o não “iniciado”, pelo contrário, conheço pessoas que se interessaram pelo anime / mangá justamente pelo fato de terem lido Another Note, gostado do material e terem corrido atrás de conhecer a obra original. E gostar de Another Note é umas das coisas mais fáceis para um leitor…

Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles é um livro com narração em terceira pessoa, que conta a história já citada por intermédio de anotações acerca do caso. Tais anotações são de ninguém menos que Mihael Keehl, mais conhecido como Mello para os fãs de Death Note.

Assim como na obra original, diálogos inteligentes, história intrigante e, eventualmente, um humor sagaz e um pouco negro, dão o tom do livro. Entretanto, ao contrário do que ocorre em Death Note, Another Note possui um elemento diferenciado quando se levado em consideração sua trama: não se conhece o assassino.

Em Death Note se sabe quem é Kira e quem é “L”. Sob a ótica do leitor, a tensão se dá sobre, o como “L” e Kira irão, cada qual, cumprir seu objetivo maior. Em Another Note o leitor não sabe quem é o assassino, assim sendo, além de acompanharmos todo o desenrolar da trama sobre o como a dupla “L” e Misora conseguirão resolver o caso, existe ainda o suspense de quem é o autor dos assassinatos que estão ocorrendo em Los Angeles.

Todo o suspense e tensão que a obra original possui estão contidos em Another Note, bem como toda a inteligência do enredo. A história é cheia de surpresas , bem como contém resolução de quebra cabeças de forma magistral. O autor realmente consegue levar o leitor para onde quer, fazendo-o pensar que realmente está conseguindo desvendar toda a trama, quando na verdade, além de o leitor provavelmente estar a quilômetros de distância de estar correto, ele só se dá conta disso linhas antes de tudo ser revelado. O final de Another Note é verdadeiramente um “blow your mind!”. Senti emoções similares às que senti ao assistir o filme “Old Boy” perto do final de Another Note.

O caso dos Assassinatos em Los Angeles consiste em três assassinatos já consumados, todos envolvendo características um pouco diferentes, mas que deixaram a polícia sem ação investigativa. Apesar de ser um caso considerado pequeno, “L” se interessa pelo mesmo, convocando ao “estilo L” Naomi Misora para ser seus olhos em campo de investigação.

Essa é Naomi Misora dos filmes japoneses de Death Note.
Mui bueno….

Assim sendo, acompanhamos Misora investigando cada uma das cenas dos três assassinatos, tentando encontrar pistas que a LAPD (polícia de Los Angeles) possa não ter encontrado, para tentar não somente pegar o assassino, mas também impedir o pseudo-anunciado quarto assassinato. Não posso me estender aqui, pois qualquer outra coisa citada, dado o intrínseco enredo de Another Note, pode ser considerado um grave spoiler.

Ja li por ai que alguns leitores não gostaram do final do livro, por não ter muita ação, ou pior, por ter textos muito complexos e extensos. Já cheguei a ler que o final do livro faz com que todo o processo de investigação ao longo de Another Note fosse inútil.

Bom, para os inclusos no primeiro caso, posso dizer que Death Note é TOTALMENTE baseado em seu enredo. Enquanto mangás / animes mais populares por aqui como Dragon Ball podem mandar o enredo para a Lua, pois o foco não é esse, o grande diferencial, o grande charme de Death Note, são justamente seus diálogos afiados e seu enredo cheio de suspense e reviravoltas. Para os inclusos no segundo caso, peço para que leiam o livro novamente ou se alfabetizem. O final do livro é uma sacada genial e que depende completamente de todo o processo de investigação vivido por Misora. Sem contar que é um final que, verdadeiramente, é imprevisível naquele dado momento para o leitor.

Dentro os livros “cross mdia” que já tive a oportunidade de ler, seja o material base games, animes, TV e afins, me arrisco a dizer que Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinos em Los Angeles é, de longe, o melhor. Não leio um livro de uma vez, sem intervalos, desde “Anjos e Demônios”. Another Note me prendeu de uma maneira única para si, de tal forma que eu não conseguiria parar de lê-lo para continuar em outro momento.

Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles não é um livro necessariamente fácil de ser encontrado em livrarias. Aqui em Uberlândia custei a encontrá-lo em pronta entrega. Em lojas online é mais fácil encontrá-lo, apesar de seu valor ser acrescido pelo frete, que normalmente é bem alto se tratando de um produto tão pequeno e leve.

Por falar em preço, o valor de venda do livro, R$ 29,90, é alto dado seu acabamento, que mais o faz lembrar um mangá do que um livro propriamente dito. O fato de sua definição correta é de que ele seja uma “Light Novel” não ajuda nesse caso. Quando o comprei, o comprei com a mão no coração dada a relação acabamento x preço, entretanto, afirmo que o conteúdo do livro vale cada centavo gasto com o mesmo.

Recomendo Death Note – Another Note: O Caso dos Assassinatos em Los Angeles para qualquer pessoa que sinta prazer ao ler um bom livro. Agora resta ficar na torcida para que outros dois livros sejam lançados, pois ao longo da leitura de Another Note, são citados por Mello outros dois casos os quais o mesmo possui anotações. Mal vejo a hora!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s