Uncharted 2: Among Thieves – sequência impressiona por sua alta qualidade técnica!

Publicado: 30/10/2012 por Márcio Alexsandro Pacheco em Análises, PS3
Tags:, , , , ,

* análise escrita no lançamento do game

Os donos de um Playstation 3 já podem comemorar, já está à venda um dos jogos mais aguardados para o console: Unchaterd 2: Among Thieves. Se alguém ainda tinha dúvidas de que o jogo seria incrível, pode morder a língua, pois ele não é incrível, é IMPRESSIONANTE.

O primeiro jogo, lançado em 2007 pela Naughty Dog (também responsável por jogos da franquia Crash Bandicoot e Jak & Daxter) contava com um sistema semelhante ao do clássico Tomb Raider, mas com vários novos recursos que fez dele um game campeão. Ele fez história com seus gráficos realistas e com o seu enredo ao melhor estilo dos filmes dos anos 80 de Hollywood, considerados por muito até como um “filme jogável”.

A Naughty Dog que não é boba nem nada, aproveitou o burburinho que o primeiro jogo causou e logo anunciou a produção de sua sequência que causou um enorme hype em gamers de todo o planeta. Junte isso a declarações do tipo “o primeiro jogo da série utilizou apenas de 30 à 40% do potencial do PS3 e que Uncharted 2 usará 100% do console” e você terá uma das sequências mais aguardadas.

E felizmente a Naughty Dog não contou nenhuma lorota, Uncharted 2 possui gráficos impressionantes e com recursos que o tornam ainda mais incrível que o primeiro. Uncharted 2 não é apenas uma sequência que se aproveita da fama do antecessor, ele reinventou a fórmula do original e agora temos um jogo mais profundo, com uma história mais carismática e desenvolvida, com pitadas de aventura, ação, romance, habilidade, puzzles, tensão, adrenalina, drama, humor, uma trilha sonora fantástica e muito mais que fazem desse jogo um peso-pesado no PS3 ao lado de jogos como Metal Gear Solid 4 e BioShock.

Com os lançamentos de God of War III e Final Fantasy XIII para 2010, sem dúvida Uncharted 2 é o maior lançamento do ano para o PS3 e forte candidato para o jogo do ano. Se você tem um PS3, não perca tempo, vá agora atrás desse jogo! Fanboys do X360, podem começar a chorar.

A edição especial de Uncharted 2, Fortune Hunter Edition, vem com uma réplica exata do artefato Phurba Dagger utilizado no jogo, um livro com artes do game, uma caixa de colecionador autografado pela Naughty Dog, lista de downloads, além do jogo é claro. Se você possui essa edição, parabéns, ela não está a venda em lojas e foi dada 200 cópias para leitores do Playstation Blog. Há também uma edição especial britânica, que vem com as gold weapons Beretta e AK-47, 2 cartões, 3 temas para o PS3 e skins para o multiplayer.

O caçador de tesouros está de volta

Uncharted 2 tem o mesmo protagonista, Nathan Drake, um jovem explorador no melhor estilo Indiana Jones. A nova aventura de Drake envolve as viagens marítimas históricas de Marco Polo, que segundo a lenda saiu da China com uma frota de 14 navios em 1292, mas quando chegou a seu destino um ano e meio depois, apenas um navio com 18 sobreviventes chegou à Pérsia.

Marco Polo nunca revelou o que aconteceu com os outros navios perdidos. Nathan vê neste momento histórico um potencial para achar muitos tesouros na frota perdida de Marco Polo. Mas Drake acabe descobrindo que Polo tinha um segredo muito maior: ele tinha uma expedição secreta com o objetivo de encontrar a mítica cidade de Shangri-La, que possui a legendária Pedra Cintamani, uma jóia espiritual que realizará todos os desejos de quem a possuir.

Drake então segue a trilha de mais de 700 anos de Marco Polo, passando por diversos lugares exóticos para descobrir a cidade perdida de Shangri-La.  Acompanhando-o em sua nova aventura, temos a candidata a nova musa do games, a bela morena Chloe Fraser, velha amiga de Drake e tão hábil no gatilho e na ação quanto ele. Elena e Sully estão de volta no grupo de Drake e como não podia faltar, um criminoso psicótico chamado Zorin Lazarevic, que também está atrás da joia e fará qualquer coisa para obtê-la.

no meio de duas belas mulheres… que problemão heim

Chloe e Elena estão mais lindas do que nunca, a  Naughty Dog foi bem generosa e abusou da sensualidade das duas garotas, deixando Nathan em uma situação bem difícil (ou feliz?) de escolhas. Falar mais do enredo seria uma má escolha da minha parte, que é um dos grandes atrativos do game e que fará você jogador vibrar em cada avanço e novas descobertas. A trama no geral pode facilmente pertencer a um blockbuster de Hollywood, misturando a história dos personagens com o desenrolar do enredo de forma empolgante e realmente viciante. As personagens são ricas e carismáticas, você facilmente vai se conectar com as histórias que elas têm a oferecer.

Se você nunca jogou  o primeiro game, Uncharted: Drake´s Fortune, não se preocupe, você logo se adapta a ele, que é como uma combinação dos jogos de Tomb Raider e  das aventuras de Indiana Jones, mas com muito mais a oferecer, que mistura um jogo de ação, exploração e plataforma de forma brilhante.

Visual espetacular

O jogo é tão grandioso, tão colossal, que eu nem sei como começar essa análise, mas vamos tentar falando dos gráficos. Se você achava que o primeiro Uncharted possuía os melhores gráficos do PS3, pode esquecer. U2 possui um visual de CAIR O QUEIXO. Sem brincadeira, o game apresenta os gráficos e visuais mais sensacionais que eu já vi em um videogame em toda a minha vida (e olha que estamos falando de mais de 20 anos de jogatina).

Sensacionais, fantásticos, incríveis, maravilhosos, os adjetivos são poucos para definir os gráficos de U2, que são o que existe de mais perfeito em um console até hoje. O grau de realismo é imenso, é tudo tão perfeito, tão detalhado, tâo numeroso, colorido, não há nem o que discutir nesse departamento, não há jogo até agora que exiba gráficos como os de U2.

Os cenários são muito bem feitos e primam pela sua beleza, são muito coloridos e bem definidos, uma obra-prima visual. Os designs e animações dos personagens possuem uma movimentação muito realística, as feições dos rostos, detalhes das roupas, fios de cabelo, tudo é muito real e credível, especialmente nas cut-scenes.

Eu poderia ficar horas e horas falando sobre a perfeição dos gráficos, mas acho que você já entendeu o recado né? Então vamos adiante …

A parte sonora é tão rica e bem trabalhada quanto o visual e os gráficos, fazendo o seu trabalho de imersão do jogador no game. Efeitos sonoros como explosões, as diversas armas, cenário, é tudo muito bem feito e de bom gosto. As dublagens estão perfeitas, os dubladores estão de parabéns, conseguiram fazer um trabalho sólido, passando as emoções certas como raiva, ternura, piadas, drama entre outros, na medida e momento certos (há a opção de dublagem em português de Portugal, mas eu achei muito estranho – portugueses certamente irão apreciar mais). Os diálogos são fantásticos e há vários momentos cômicos, como quando Drake e Elena estão subindo em uma escada e Drake dá uma conferida na “paisagem”.

A jogabilidade foi toda aperfeiçoada, principalmente a respeito dos ângulos de câmeras. Raras vezes (mas elas existem) a câmera irá atrapalhar quando você estiver escalando ou se escondendo em partes do cenário. Drake é bastante ágil, bastando pressionar um botão para o herói fazer suas performances acrobáticas e por vezes se parecer com o Homem-Aranha se balançando entre prédios e casas, escalando paredes e afins, só faltou mesmo as teias. A jogabilidade é muito bem empregada e fluída, especialmente nas partes de ação com  armas e tiros (o sistema automático de troca de armas pode irritar algumas pessoas, pois trocas podem ser feitas acidentalmente). Há também as sequências de plataformas, mas são bem tranquilas, lineares e intuitivas, vários puzzles que não vão dar muito trabalho e vastos cenários como selvas e cidades com muitas opções de exploração.

Quando anunciado o modo multiplayer, gerou alguma controvérsia nas comunidades gamers, com fãs dizendo que era um componente que não se encaixava com o estilo do jogo. Bom, para todas as pessoas que falaram isso, eu posso dizer que não poderiam estar mais enganadas. O modo multiplayer é muito agradável e delicioso de se jogar e oferece diversas novas opções de diversão nos modos versus ou cooperativo. Sem dúvida nenhuma, é um das melhores experiências multiplayer que você vai ter em um jogo atualmente, é como se a Naughty Dog tivesse nos dado um  jogo a parte como presente.

São várias modalidades, como o deathmatch, eliminação, capturar a bandeira (ou no caso, tesouro), modo de sobrevivência entre outros. Há um sistema de ranking que vai definir a nossa perícia no game. Você pode arrecadar dinheiro e subir de nível, comprar vestimentas, apetrechos, armas, e até insultos. Há também a interessante opção Machiminia, onde é possível criar nossos próprios filmes, podendo editar ângulo das câmeras, filtros de cor, luminosidade, etc. Uma ferramenta com recursos simples, mas um extra muito bem-vindo. O modo multiplayer apresenta a mesma riqueza gráfica do modo single player e serve de complementação para o jogo.

O fator replay é alto, após o término do jogo são destravados vários itens e artefatos que foram colecionados durante o jogo, como roupas, armas, videos, artworks, imagens. Se você é usuário da rede social Twitter (nada de orkut) há a opção de integrar o jogo com a rede, que pode mostrar o seu progresso.

 

Conclusão: Uncharted 2: Among Thieves veio para redefinir a história dos videogames, separando entre antes e depois. São jogos como esse que fazem você pensar “como é bom jogar videogame”. Você dono de um Playstation 3, é mais que obrigatório a compra de Uncharted 2 para a sua coleção, um jogo que prima pelo seu espetacular visual, gráficos soberbos, enredo e personagens cativantes, dignos dos filmes dos filmes de ação e aventura dos anos 80, uma ótima jogabilidade, trilha sonora, efeitos e dublagens fantásticos, momentos cinematográficos épicos (a sequência do trem, não a  do início, é de se tirar o fôlego) e um multiplayer divertidíssimo. Enfim, desde já uma obra-prima para o Playstation 3 e no mundo dos games em geral.

+ Gráficos e visuais soberbos

+ Enredo e personagens cativantes

+ Trilha sonora e dublagens perfeitas

+ Momentos cinematográficos épicos,

+ Multiplayer divertidíssimo

 Você não ter esse jogo na sua coleção

“There´s no trust… no loyalty… no honor… among thieves”
comentários
  1. Anônimo disse:

    ta atrasado ja terminei o 3 faz tempo….

  2. Guilherme disse:

    Nossa esse jogo ta lindo…

  3. Anônimo disse:

    Melhor jogo de PS3 sombra de dúvida.

  4. Anônimo disse:

    serio acabei en 3 dias o 2

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s