Homem-Aranha vs Homem de Ferro do Futuro – a versão “exterminador do futuro” para os fãs do aracnídeo!

Publicado: 20/03/2013 por Márcio Alexsandro Pacheco em Quadrinhos (Comics)
Tags:, , , , , ,

00

Algo que certamente os fãs de quadrinhos adoram é quando seus heróis trocam porrada com outros heróis e inevitavelmente aparece aquela pergunta clássica: “qual deles ganha?“. E nem sempre aquele resultado que parece óbvio é o que acaba acontecendo, como vimos nesta história do “Homem-Aranha vs O Senhor do Fogo“.

E hoje trago a vocês outro combate com o nosso amigão da vizinhança, mas desta vez contra o Homem de Ferro do FUTURO. É isso aí mesmo que você leu, o rival da vez não é o Tony Stark que conhecemos (apesar do Aranha e ele já terem se estranhado também, especialmente na saga Guerra Civil), mas sim o seu primo do ano de 2020 de uma realidade alternativa.

Esse Homem de Ferro do “futuro” não tão longe assim, apareceu pela primeira vez em 1984 na revista do Homem-Máquina, e de lá pra cá já apareceu em algumas histórias esporádicas pelo universo Marvel, mas nada inesquecível (e por isso provavelmente você nunca ouviu falar dele, até agora). Esse Homem de Ferro é Arno Stark, primo de Tony. Ele foi apresentado como um vilão, um cara cruel e mau caráter, bem diferente do Stark que conhecemos na cronologia normal. Ele usa a armadura do Homem de Ferro em benefício próprio, como ferramenta de espionagem industrial e como mercenário.

5

Exterminador do Futuro

Mas nem sempre ele foi um criminoso frio e violento, existe uma razão para ele ser assim. No ano de 2015, ou seja, cinco anos antes de sua primeira aparição contra o Homem-Máquina, uma tragédia mudou para sempre a vida de Arno Stark, transformando-o num homem amargurado, e por incrível que pareça, esses acontecimentos estão ligados ao nosso espetacular Homem-Aranha!

Arno Stark encontrou o cabeça-de-teia na revista “Amazing Spider-Man Annual #20“, lançada em 1986 (e aqui no Brasil na revista Grandes Heróis Marvel #32, de 1991, pela editora Abril), na época em que o herói ainda vestia o seu uniforme negro (mas não o alienígena, que se tornaria o vilão Venom, mas sim um de tecido normal mesmo). Mary Jane já havia revelado saber que Peter era o Aranha, e ele ainda era o pobretão azarado que vivia numa pensão e trabalhava no Clarim Diário.

Na história, Arno Stark está desenvolvendo bombas nucleares para os militares, quando um “terrorista anti-guerras” (se é que isso é possível, rsrs), Robert Saunders, invade o seu laboratório, ativa a bomba e faz de reféns a mulher e filho de Stark. O Homem de Ferro fecha o laboratório, mas Saunders acaba morrendo no processo, sendo que o Homem de Ferro precisa de sua retina para desarmar a bomba. Por sorte, Stark tem uma máquina do tempo dando sopa por ali, e a usa para voltar no tempo para a última aparição conhecida de Saunders, há mais de 30 anos atrás, vista num jornal em arquivo (por acaso o Clarim com a manchete “Ameaça Aracnídea”).

1

Enquanto isso, em nosso tempo, o Aranha está prendendo criminosos de rua e se preocupando com o dinheiro do aluguel. Quando ele vai para o Clarim, conhece o jovem Bobby Saunders, filho de um dos acionistas do jornal. Bobby acaba sendo raptado por um vilão, que o Aranha havia prendido antes, e é quando Arno, como o Homem De Ferro, aparece via a máquina do tempo e pega o garoto. Na confusão entre bandido, Homem de Ferro do Futuro e garoto raptado, o Aranha aparece e pega o jovem Bobby de um aparente Homem de Ferro enlouquecido (o Aranha acredita ser Tony Stark). No processo, o Aranha acaba destruindo acidentalmente um analisador de retina, que Stark trouxe do futuro para poder desarmar a bomba. Com isso não resta outra alternativa senão levar o próprio garoto, e então uma perseguição ao Aranha/garoto começa.

Durante um tempo o Aranha fica fugindo do Homem de Ferro carregando o piazote nas costas, quando numa explosão causada pelo latinha, estilhaços de vidro atingem o rosto do garoto desfigurando-o. Claro que isso deixa o Aranha puto da vida, e cheio de ódio ele parte para a ofensiva contra o Homem de Ferro. E então chegamos no clímax da história, que é ver o Homem-Aranha dar uma surra HOMÉRICA no Homem de Ferro do futuro.

2

3

Talvez tenha entre vocês quem diga “pô, o Homem de Ferro é muito mais forte que o Aranha, e ainda mais um que veio do futuro, que teoricamente é mais forte que o nosso Homem de Ferro, ele jamais perderia para o Aranha, isso aí é marmelada”. Bom, em primeiro lugar, a armadura dele realmente é mais poderosa e avançada, e o próprio Aranha reconhece durante a luta que o oponente é bem mais forte, “mas pelo menos posso descarregar a raiva”, como diz o próprio quando espanca o cabeça de lata. Apesar da armadura e força superior, o homem que a usa tem o espírito fraco, ele pode não ser ainda aquele vilão de 2020, mas ele é egocêntrico, egoísta e pretensioso, enquanto que o Aranha é um dos heróis de maiores virtudes do universo Marvel. E se tem uma coisa que aprendemos com o próprio Aranha, e com os Cavaleiros do Zodiáco, Goku, Rocky Balboa e similares, é que nem mesmo o mais poderoso dos inimigos pode vencer alguém com determinação e com espírito forte.

Assim, depois de um ataque furioso do Aranha e de ter a armadura arrebentada, Stark repentinamente é mandado de volta para o seu futuro de 2015, apenas para descobrir que a bomba já havia sido detonada, que sua mulher, filho, empresa e milhares de outras pessoas ao redor estavam mortos.

4

Nisso, em nosso presente, os médicos dizem que Bobby ficará permanentemente desfigurado, o primeiro passo para ele se tornar o terrorista de 2015. No Clarim sai a notícia de um garoto ferido durante briga de super-heróis, a mesma que Stark viu um pouco antes de usar a máquina do tempo e voltar ao passado, e assim o ciclo se completa.

A história em si não é nada de extraordinária, mesmo porque naquela época “O Exterminador do Futuro” ainda estava bombando no imaginário das pessoas (o filme é de 1984), e é bem visível que essa história bebe da fonte de James Cameron. Mas é interessante ver como usaram isso para dar uma origem ao Homem de Ferro 2020, que até então não tinha. Ele era mau, era o bandido e pronto. Ninguém sabia o porquê. Taí o motivo então. E claro, ver o Aranha dar um cacete no Homem de Ferro não tem preço! Só por isso já vale a revista.

Ficou curioso pra ler? Pode baixar a revista, em português aqui (arquivo cbr – precisa baixar o programa para abrir, infelizmente o scan não está muito bom, é da revista Grandes Heróis Marvel – tem mais duas histórias do Aranha, a segunda é meia-boca a terceira “Você está mentindo, Peter Parker” é engraçadinha, vale a leitura), ou baixar a original, em inglês e melhor qualidade, aqui (arquivo pdf).

E aguardem por mais matérias desse tipo, acho que a próxima será a da recente mega-saga “Vingadores vs X-Men”, recheado de lutas entre os mais famosos heróis do universo Marvel, que tal?

704758-iron_man_2015_v_super

Anúncios
comentários
  1. gotham_blues@yahoo.com.br disse:

    Que saudade desse tempo. Tenho essa revista e gostei muito da história, mesmo parecendo com um “O que aconteceria se…?”. Sobre as viagens no tempo, li em algum lugar que Cameron se inspirou nos X-Men na saga dos “Dias de um futuro esquecido” para fazer o Exterminador do Futuro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s