Posts com Tag ‘Crítica’

M2EwMDlkNTY0OGY2MGFmZmNlZDY0ZWFiODE1YTVkZjA

Círculo de Fogo (Pacific Rim, EUA, 2013)

Gênero: Ação/Scifi

Direção: Guillermo Del Toro

Duração: 131 minutos

Atores: Charlie Hunnam, Rinko Kikuchi, Idris Elba, Charlie Day, Max Martini, Burn Gorman, Rob Kazinsky, Ron Perlman, Clifton Collins Jr.

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

Nota: 8,0

Se você cresceu assistindo seriados japoneses como Jaspion e Changeman, ou curte animes como Evangelion, Macross e Gundam, ou ainda é fã de games como Xenogears e Zone of the Enders, largue tudo que está fazendo agora é vá correndo ao cinema assistir “Círculo de Fogo“. O longa-metragem do diretor mexicano Guillermo Del Toro, especializado em filmes com criaturas exóticas e fantasia infantil como os dois “Hellboy” e “O Labirinto do Fauno”, conseguiu fazer uma bela homenagem aos monstros gigantes japoneses.

A narrativa se passa alguns anos no futuro, quando criaturas monstruosas, conhecidas como Kaijus  (do termo japonês “Monstro”), emergem do fundo do oceano e iniciam uma batalha contra os humanos, iniciando um apocalipse que destruirá a tudo e a todos. Para combater os gigantescos e destrutivos seres, a humanidade constrói os Jaegers (do alemão “Caçador”), robôs colossais que são controlados via conexão neural. Mas nada é tão simples assim, apenas uma cabeça não consegue controlar o grandalhão, sendo necessário duas pessoas para se comandar um Jaeger, o que vai exigir uma perfeita sincronia da dupla para trabalhar em equipe.

(mais…)

Detona-Ralph-poster-brasil

Detona Ralph (Wreck-it Ralph, EUA, 2012)

Gênero: Animação

Direção: Rich Moore

Duração: 108 minutos

Atores: John C. Reilly, Sarah Silverman, Jack McBrayer, Jane Lynch

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

m

É curioso ver a Pixar lançar um “filme de princesas” (Valente), enquanto a Disney envereda para a animação 3D, território dominante da primeira (que foi comprada recentemente pela segunda). E parece que finalmente a “casa do mickey” aprendeu as manhas das animações do novo milênio (apesar de eu ainda preferir o estilo 2D oldschool dela), com o excelente “Detona Ralph“, uma encantadora homenagem ao mundo dos videogames.

Em uma primeira análise, é inevitável a comparação com o clássico “Toy Story(Pixar novamente), em que os brinquedos ganham vida em um universo totalmente à parte dos humanos, filme esse que encantou pessoas em todo o mundo e de todas as idades. “Detona Ralph” segue a mesma ideia básica, ao mostrar que os personagens de videogames possuem uma vida que nós, “pessoas reais”, desconhecemos. E a Disney conseguiu fazer um produto divertido e encantador, que emociona e até surpreende em alguns momentos. Logicamente, o filme vai agradar em cheio as pessoas que são gamers, especialmente os mais antigos. Há um mar de referências e participações de personagens de games reais. Porém, temos o toque Disney aqui, então é um filme que consegue atingir todas as idades e público, mesmo que você nunca tenha jogado um game.

(mais…)

djangoposter

Django Livre (Django Unchained, EUA, 2012)

Gênero: Faroeste

Direção: Quentin Tarantino

Duração: 165 minutos

Atores: Jamie Foxx, Leonardo DiCaprio, Samuel L. Jackson, Christoph Waltz, Kerry Washington, Franco Nero

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

m

m

Quentin Tarantino conseguiu, mais uma vez,  criar uma obra de arte para os cinemas. O diretor, que revolucionou os anos 90 e deixou seu nome na história cinematográfica, nos presenteia com um filme intenso, com cenas fortes, sangue voando em grandes tiroteios e o delicado tema da escravidão nos EUA (e que deixou muita gente nervosa, como o diretor Spike Lee, que disse que não ia ver o filme e que era um desrespeito à história dos negros). Tudo isso, e muito mais, pode ser encontrado em seu novo filme, “Django Livre“.

Tarantino já havia flertado com o faroeste em “Kill Bill – Vol 2“, mas só agora ele pode fazer uma obra completa na terra do “sol poente”. Quem é fã dos westerns dos anos 60/70 de nomes como Sergio Corbucci (diretor do Django original de 1966) e do genial Sergio Leone (que fez muitas parcerias com Clint Eastwood), vai perceber muitas homenagens/referências à esses clássicos, desde às letras em vermelho da abertura, às fotografias, cenários e trilha sonora. E claro, com aquele toque “Tarantinesco” que só ele sabe fazer, não restringindo o produto a uma mera “cópia” de grandes clássicos, mas em algo totalmente único.

(mais…)

Hobbit-BilboMainWD-drop

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (The Hobbit: An Unexpected Journey, EUA, Nova Zelândia, Reino Unido, 2012)

 Gênero: Fantasia

Direção: Peter Jackson

Duração: 169 minutos

Atores: Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Andy Serkis, Benedict Cumberbatch

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

m

Quase 10 anos depois do último filme da trilogia “O Senhor dos Anéis”, Peter Jackson retorna para a Terra Média para nos apresentar uma nova saga épica, também em três partes, ambientada no mesmo universo, mas 60 anos antes da aventura de Frodo para destruir o anel de Sauron na Montanha da Perdição. O livro “O Hobbit“, fonte para a adaptação de “Uma Jornada Inesperada“, foi publicado em 1937 por J.R.R. Tolkien, visando um público infanto-juvenil, abordando o tema de fantasia, que anos depois gerou o surgimento do “O Senhor dos Anéis”.

Em “O Hobbit – Uma Jornada Inesperada”, vamos ver o pacato Bilbo Bolseiro (Martin Freeman), o tio de Frodo (Elijah Wood), entrar em uma “jornada inesperada” quando o mago Gandalf (Ian McKellen) aparece de surpresa na casa do hobbit e convida 13 anões sem avisá-lo. Liderados por Thorin Escudo-de-Carvalho (Richard Armitage), eles planejam atravessar a Terra Média para vencer o terrível Dragão Smaug e recuperar o seu reino e tesouros perdidos. Gandalf acredita que o pequeno hobbit pode ser de grande ajuda para o grupo, e mesmo a contra-gosto, Bilbo acaba acompanhando os anões.

(mais…)

MV5BMTY3NzIyNTA2NV5BMl5BanBnXkFtZTcwNzE2NjI4Nw@@._V1._SY317_
Prometheus (Prometheus, Reino Unido, 2012)

Gênero: Scifi

Direção: Ridley Scott

Duração: 124 minutos

Atores: Noomi Rapace, Michael Fassbender, Guy Pearce, Idris Elba, Logan Marshall-Green, Charlize Theron

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

 

Assisti recentemente “Prometheus”, que estreou nos cinemas em junho (sim, faz tempo, eu sei), um prequel para a série Alien. Então se você ainda não viu o filme ou está em busca de informações/opinião sobre o mesmo, essa crítica é justamente para você. Não se preocupem, evitarei os spoilers (no final do texto colocarei minhas opiniões com spoilers, para quem interessar).

Dito isso, já aviso que sou cinéfilo, e mais importante, um grande fã de scifi e da franquia Alien (e não um crítico qualquer que nunca assistiu scifi). Prometheus marca a volta do grande diretor Ridley Scott ao universo da série “Alien”, sendo o seu primeiro filme de 1979, o cultuado “Alien: O Oitavo Passageiro”. Scott também é responsável por outros clássicos, como “Blade Runner”, “Gladiador” e “Falcão Negro em Perigo” (esses dois últimos mais moderninhos).

(mais…)

The King of Fighters (The King of Fighters, EUA/Hong Kong/Canadá, 2010)
Gênero: Artes Marciais
Direção: Gordon Chan
Atores: Sean Faris, Maggie Q, Will Yun Lee, Ray Park, Françoise Yip, Monique Ganderton, David Leitch, Sam Hargrave, Bernice LiuTrailer: Clique aqui
Site Oficial: Clique aqui

Amigos e amigas, “seguidores” do Canto Gamer. Há algum tempo atrás, na resenha que fiz do filme de Tekken, fiz uma observação importante ao seu final. Para muitos foi somente uma piadinha, para outros o prelúdio do apocalipse. O certo é que somente quis protegê-los espiritualmente do que eu anunciei que faria em seguida. Espero que tenha orado antes deste momento.

Como o previamente prometido, segue a resenha do filme The King of Fighters.

(mais…)

Resident Evil 4: Recomeço (Resident Evil: Afterlife, EUA, 2010)
Gênero: Terror/Ficção/Ação
Direção: Paul W. S. Anderson
Atores: Milla Jovovich, Ali Larter, Kim Coates, Shawn Roberts, Spencer Locke
Duração: 97 minutos
Trailer: Clique aqui
Site Oficial: Clique aqui
Censura: 16 anos 

 Amigos da Canto Gamer, hoje venho aqui em uma missão diferente. Venho hoje aqui analisar, mesmo que rapidamente, algo que transcende a minha mera compreensão humana acerca das coisas por intermédio de um filme que acabo de assistir e que é uma obra que, “aparentemente”, é baseada em uma série de games que está no coração de muitos gamers.

Venho aqui hoje analisar/contar minha experiência sobre, Resident Evil 4: Recomeço (Resident Evil 4: Afterlife). Assim como eu, imagino, todos os gamers que aqui estão lendo esse texto, e que gostam da série Resident Evil, por certo já assistiram os três filmes live motion da série. E todos que assistiram e que conhecem a série de games em que a trilogia cinematográfica se baseia, concordam em algo: de Resident Evil nesses filmes, só referências vagas e o nome.

Os filmes estrelados por Mila Jovovich ignoram praticamente tudo o que de importante os games possuem, não passando de filmes de ação “B” com bons efeitos especiais. Nada de survival horror, ou mesmo de boa história encontramos ali. Em resumo, a série cinematográfica de Resident Evil tem como personagem principal Alice (Mila Jovovich), que de segurança da entrada de um dos complexos mais importantes da Umbrela, se torna ao longo dos filmes um ser com poderes extra-sensoriais por conta de experimentos com o T-Virus em seu corpo.

(mais…)

Tekken – O Filme (Tekken, EUA/Japão, 2010)
Gênero: Artes Marciais
Direção: Dwight H. Little
Atores: Jon Foo, Kelly Overton, Cary-Hiroyuki Tagawa, Ian Anthony Dale,Tamlyn TomitaRadah Mitchell, Sean Bean, Laurie Holden, Alice KrigeDuração: 92 minutos
Trailer: Clique aqui
Site Oficial: Clique aqui
Censura: 14 anos

 

Adaptações de games para o mundo de cinema normalmente causam calafrios de antemão, não somente nos fãs do devido game a ser adaptado, mas também nos apreciadores de um bom filme, pois, normalmente, filmes baseados em um game, ou série de games, são verdadeiras bombas. A lista de filmes ruins, ou piores do que isso, baseados em game é extensa, muito extensa, extensa até demais.

Dentre os supra sumo dentre essas pérolas amaldiçoadas podemos citar Mario Bros, Double Dragon, Mortal Kombat 2: A Aniquilação, Blood Raine, Alone in the Dark, Far Cry, Resident Evil (qualquer um dos filmes), Tomb Raider 2: A Origem da Vida (o primeiro foi até interessante), Doom, Final Fantasy: Spirits Within, Street Fighter: A Batalha Final , Street Fighter: A Lenda de Chun-Li, House of the Dead, Wing Commander: A Batalha Final, Dead or Alive, e a lista poderia continuar por um bom tempo ainda.

Como pôde se ver acima, a questão não é se o filme provém de uma produção mais modesta, sem um grande orçamento, ou se provém de um grande estúdio com um orçamento milionário. O primeiro filme de Mortal Kombat foi muito bom e não teve lá grande orçamento, ao passo que Final Fantasy: Spirits Within teve um parrudo orçamento, e o filme é um fiasco.

(mais…)

*crítica escrita no lançamento do filme

Scott Pilgrim Contra o Mundo (Scott Pilgrim vs the World, EUA-Inglaterra-Canadá, 2010)Gênero: Ação/ComédiaDireção: Edgar WrightDuração: 112 minutosAtores: Michael Cera, Mary Elizabeth Winstead, Brandon Routh, Jason Schwartzman, Aubrey Plaza, Kieran Culkin, Brie Larson, Mae Whitman, Ellen Wong, Anna Kendrick, Mark Webber, Alison Pill, Satya BhabhaCensura:Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

 

Você que está lendo essa crítica e é fã de videogames, quadrinhos e coisas nerd/geek em geral, faça um grande favor a si mesmo e vá assistir “Scott Pilgrim Contra o Mundo”, sério candidato a filme nerd do ano.

Você já leu nossa nossa análise do jogo baseado no filme, que também é muito bom, agora saiba mais sobre este “novo-clássico-épico-moderno” dos cinemas. Mas antes, se você nunca ouviu falar de Scott Pilgrim, aqui vai um breve resumo: é uma série de quadrinhos composta por seis volumes em preto e branco, com a primeira edição lançada em 2004 e a última em 2010 (inclusive lançado no Brasil, pela Editora Companhia das Letras).

(mais…)

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (Prince of Persia: The Sands of Time, EUA, 2010)
Gênero: AçãoDireção: Mike NewellDuração: 116 minutosAtores: Jake Gyllenhaal, Ben Kingsley, Gemma Arterton, Alfred MolinaCensura:Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

 

Na crítica de filmes temos hoje em pauta “Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo”, baseado no jogo homônimo de grande sucesso lançado em 2003 para o PlayStation 2. Para quem é jogador veterano, deve se lembrar da primeira versão para computador, lançado em 1989 – e se não lembra, leia aqui nossa resenha da versão para o Super Nintendo para conhecer as origens do jogo e de seu famoso criador, Jordan Mechner, que colaborou no roteiro do filme, inclusive.

Como qualquer adaptação para cinema de um game, eu já pensei de imediato que seria outra bomba, mas mordo a minha língua. O filme pode não ser uma grande maravilha da sétima arte, mas certamente está com uma qualidade muito acima do que estamos acostumados a ver nas adaptações de games, revelando ser um bom filme de ação despretensioso, com boas doses de humor e o mais importante, respeitando as ideias centrais do jogo. Resumindo, um bom filme “pipoca”, como dizem por aí.

(mais…)

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (Batman: The Dark Knight Rises)

EUA , 2012 – 164 minutos

Ação/Super-heróis

Direção: Christopher Nolan

Elenco: Christian Bale, Michael Caine, Gary Oldman, Anne Hathaway, Tom Hardy, Marion Cotillard, Joseph Gordon-Levitt, Morgan Freeman

Christopher Nolan, diretor relativamente novato no cenário hollywoodiano (seu primeiro longa, “Following”, é de 1998) ganhou a fama mundial, merecidamente, por sua adaptação do ícone dos quadrinhos da DC Comics, em “Batman Begins”. Sua competência com o homem-morcego apenas se confirmou em sua sequência, “Batman: O Cavaleiro das Trevas”.

Passados dois anos e muita expectativa (com lançamento do ótimo “A Origem” em 2010), Nolan encerra o seu trabalho com a franquia nos apresentando “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, um longa-metragem merecedor de elogios e que encerra honradamente a trilogia estrelada por Christian Bale.

(mais…)

*crítica escrita no lançamento do filme

Thor (Thor, EUA, 2011)GêneroAção/AventuraDireção: Kenneth BranaghDuração: 114 minutosAtores: Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Anthony HopkinsCensura:

Trailer: Clique aqui

Site Oficial: Clique aqui

 

Já estamos debulhando o jogo “Thor: God of Thunder” para a publicação em breve da análise, mas enquanto isso vamos aquecendo, colocando online a crítica do filme que originou o game (que foi inspirado nos quadrinhos da editora Marvel e que por sua vez, foram inspirados na bela mitologia nórdica). Criado em 1962 por Stan Lee (que criou a maioria dos heróis Marvel), o Deus do Trovão ganhou vida nos cinemas através das mãos do ator/diretor Kenneth Branagh, que não fez nada de muito famoso (além de Hamlet, de 1996 e Henrique V, de 1989).

A Marvel parece ter acertado a mão para fazer adaptações de seus quadrinhos para as telonas, após grandes sucessos como X-Men, Homem-Aranha, Homem de Ferro e agora o loirão Thor (e em breve teremos o Capitão América e em 2012 o filme dos Vingadores). Thor está longe de ser um filme espetacular, mas ele cumpre o seu papel de encantar e divertir o telespectador.

(mais…)

O Espetacular Homem-Aranha (The Amazing Spider-Man)

EUA , 2012 – 136 minutos

Ação/Super-heróis

Direção: Marc Webb

Elenco: Andrew Garfield, Emma Stone, Rhys Ifans, Martin Sheen, Sally Field, Denis Leary

Foram cinco longos anos de espera desde o último filme do Homem-Aranha, para o tão aguardado “O Espetacular Homem-Aranha”, quarto filme que reinicia a franquia. E justamente por reiniciar uma série tão atual (o primeiro filme é de 2002), causou uma grande preocupação aos fãs, afinal, recontaria as origens do super-herói, coisa que o filme original de Sam Raimi fez de maneira espetacular. Pelo menos, quanto a isso, os fãs não precisam se preocupar, pois este recomeço é apresentado de forma bem diferente, bem mais atual e moderno. Porém, o longa-metragem vai dividir opiniões, fãs mais tradicionais do herói certamente irão preferir a versão de Sam Raimi, mas o público jovem e eventual do herói, irão gostar do novo.

“O Espetacular Homem-Aranha” é dirigido por Marc Webb, mais conhecido por fazer video-clipes de bandas como Green Day, Maroon 5, Weezer entra várias outras. Sua primeira e única direção em um filme, até então, era com a bacaninha comédia romântica “500 Dias com Ela”, de 2009. O “sentido de aranha” dos fãs voltou a tilintar, pois pior que Sam Raimi fosse, ele já tinha bem mais experiência com Hollywood, além de ser um nerdão assumido (o que ganha pontos para um filme como esse).

(mais…)

Enquanto aguardamos ansiosamente pelo dia 26 de outubro, data de estreia de “Silent Hill: Revelation 3D” (e que tem em seu elenco Sean “Ned Stark” Bean e Kit “Jon Snow” Harington, para alegria dos fãs de Game of Thrones), vamos relembrar o primeiro longa-metragem baseada na famosa série de terror dos games: “Terror em Silent Hill” (escrita quando do lançamento do filme, em 2006). Aproveite e clique aqui para ler nossas críticas de outros filmes. Boa leitura!

A cidade amaldiçoada dos games faz sua estreia no cinema

Terror em Silent Hill (Silent Hill, EUA, 2006)
Gênero: Terror/Suspense
Direção: Christopher Gans
Atores: Radah Mitchell, Sean Bean, Laurie Holden, Alice Krige
Duração: 127 minutos
Trailer: Clique aqui
Site Oficial: Clique aqui
Censura: 18 anos

Depois de tantas más adaptações de games famosos para a telona, acabaram “queimando o filme” de quase todos os filmes do gênero, isso por não terem nada a ver com a sua obra de origem e por não trazerem nada de novo para o público que não conhece os games. Mas isso pode começar a mudar (ou não) com o “Terror em Silent Hill”, filme baseado na famosa franquia da Konami, criado em 1999 para o videogame Playstation (para competir com o então sucesso Resident Evil). Uma palavra pode definir esse filme: Belo! Certamente o que mais impressiona no filme é o requinte com o trabalho visual, respeitando as suas origens. Pela primeira vez podemos ver um filme que é quase totalmente fiel a sua obra de origem, o que vai agradar, e muito, os fãs da série e também aqueles que não conhecem, mas querem curtir um bom filme de terror.

Christopher Gans, diretor não muito conhecido mas um grande fã da série de jogos, trabalhou em cima de Silent Hill por cinco anos, e até dinheiro do próprio bolso ele tirou para convencer o povo da Konami que era o cara certo para fazer o filme acontecer. O filme usa elementos dos três primeiros games da série (já foram lançados sete jogos principais), principalmente do primeiro e segundo. O diretor fez um trabalho de amor e fez uma boa adaptação dos games, o sonho de todo gamer. Claro, há algumas mudanças que fizeram alguns fãs reclamar, alguns tropeções no roteiro confuso, mas nada que vá estragar a diversão em ter uma experiência visual única e até perturbadora por uns momentos (os mais sensiveis podem sair chocados com as cenas trash e bizarras nojentas e os mais céticos vão dar gargalhadas). (mais…)

Os Vingadores (The Avengers)
EUA , 2012 – 143 minutos
Ação/Super-heróis

Direção:
Joss Whedon

Elenco:

Robert Downey, Jr, Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston

Nota: 9/10

A famosa equipe de super-heróis da Marvel finalmente teve sua grande estreia nos cinemas. Anunciado pela primeira vez em 2005, o projeto só começou a andar mesmo depois do sucesso do primeiro filme do Homem de Ferro, de 2008.

Desde então, quatro outros filmes tiveram sua história compartilhada para o que seria o filme dos Vingadores: “O Incrível Hulk” (2008), “Homem de Ferro 2” (2010), “Capitão América: O Primeiro Vingador” (2011) e por último “Thor” (2011).

(mais…)