Posts com Tag ‘E3’

ps4-vs-xbox-one

Nunca fui o maior incentivador de se adquirir um console, ou qualquer tipo de hardware, em seu lançamento. Primeiro porque não quero pagar por um produto para ser “beta tester” de ninguém. Segundo porque, inexplicavelmente, normalmente um console leva certo tempo para possuir games que façam valer a compra de um novo sistema.

Lembro-me do Xbox 360 e seu problema global de superaquecimento, problema esse que demorou MUITO mais tempo do que o devido para ser tratado. Bem como me lembro do Playstation 2 que demorou HORRORES para possuir games que realmente me provassem que ele valeria a compra e que seria o console tão poderosos que prometia ser (e que, convenhamos, na verdade nunca o foi).

Acho que o único console que adquiri logo de saída foi o Dreamcast, em seu lançamento ocidental. O console já vinha com títulos como Power Stone, Sonic Adventure e Soul Calibur, além de já vir com um modem integrado (discado, mas eram outros tempos…) e foi um hardware que nunca me deu um problema.

RIP Dreamcast, eu sempre te amarei!

“Porque esse tipo de consideração veio a minha mente nessa manha de sexta-feira?”
É uma pergunta justa.

(mais…)

Anúncios

FcgwSz8

A Konami realizou hoje, às 14h, uma apresentação especial dos seus principais games que serão mostrados na E3 2013 (maior feira de games do mundo), em Los Angeles, entre os dias 11 e 13 de junho. A conferência durou apenas 30 minutos, falando sobre seus trabalhos para celulares e redes sociais, PES 2014, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e Castlevania: Lords of Shadow 2. Como devem imaginar, os dois últimos foram os que tiveram maior enfoque no evento. Mas vamos por partes:

PES 2014

Bom, nós aqui do Canto Gamer não somos chegados em jogos de futebol, por isso nem ligamos muito para a parte dele. Mas como sabemos que tem muita gente por aí que gosta, as novidades são uma nova engine gráfica Fox Engine (realmente com visuais belíssimos, desenvolvido pela própria Konami), novas mecânicas de jogabilidade mais realística, novas modalidades (aquele blábláblá de sempre quando sai um novo PES) e um interessante sistema em que a torcida vai interagir diretamente com o desempenho dos jogadores em campo, incentivando-os a jogar melhor (ou pior se forem vaiados). O jogo sai para PS3, Xbox 360, PC e PSP (nada de WiiU). Fiquem com um vídeo do game mostrado no evento:

(mais…)

Eis a conferência que mais me interessava dentre as três. A casa do encanador Mário tinha uma missão monstruosa nessa E3 a meu ver, mostrar, na real, o que o WiiU poderia fazer em termos jogabilidade e visual em seus games. A E3 2011 não foi nada boa para a Nintendo. A empresa mostrou pela primeira vez o WiiU ao mundo de forma extremamente atabalhoada e equivocada, além de prometer visuais em seus games que se equipariam aos da atual geração além de uma nova e revolucionária forma de se jogar. Essa edição da E3 serviria para a Nintendo demostrar, de forma efetiva, que tudo o que foi prometido há um ano atrás seria uma realidade.

Outro ponto importante esperado nessa conferência era verificar se a Nintendo voltaria a abraçar os jogadores hardcore, tão “deixados para escanteio” com seu Wii. Vejamos o como a Nintendo se saiu em sua conferência na E3 2012.

A Nintendo inicia sua conferência de maneira bem descontraída, sendo orquestrada nos primeiros minutos por seu gênio máximo, Shigeru Miyamoto. Shigeru estava no palco para, inicialmente, mostrar ao mundo o WiiU. Começou mostrando as vantagens de se possuir um sistema de entretenimento digital possuísse sua própria tela dedicada para jogo e que, dessa forma, não dependesse da TV para ser utilizado, mas que, pudesse ser utilizado junto a TV para proporcionar uma nova e revolucionária maneira de se jogar videogames.

(mais…)

Acontecendo da mesma data da conferência da Microsoft, algumas horas depois, a foi a vez de a Sony realizar sua conferência da E3 2012, tendo como carro chefe seu Playstation 3. Assim como a Microsoft, muito se falava sobre a Sony trazer alguma informação sobre seu console de nova geração, mesmo com a empresa já tendo anunciado que não o faria. Mais importante do que isso, era a hora de a Sony mostrar o que o seu PSVita poderia mostrar ao mundo, afinal, suas vendas estão indo muito aquém do esperado. Ademais, após uma convenção com poucos games exclusivos para o X360, seria um bom momento da Sony mostrar exclusivos de peso, caso ela os possuísse para apresentar, dando a ela maior vantagem nesse quesito. Vejamos como foi a conferência da Sony nessa E3 e se os tópicos aqui mencionados se tornaram realidades ou não.

Lembrando que, assim como a Microsoft, a Sony transmitiu toda a conferência via PSN. E no caso da Sony, a transmissão foi realizada simultaneamente em mais de um idioma!

A conferência teve início com um vídeo mostrando vários games que estariam, ou já estavam, disponíveis para os atuais consoles da família Playstation, ou seja, o Playstation 3 e o PSVita. Após esse medley, entrou em palco o anfitrião da noite, novamente Jack Trentton, conhecido também como “bigboss” da Sony Entreteniment, e assim começaria formalmente a convenção da Sony.

(mais…)

A Microsoft não foi somente a primeira conferência dentre as três potências do mundo dos games, como foi também a primeira conferência oficial da E3 2012. Apesar de a casa do X360 não ter se pronunciado a respeito da revelação do provável substituto de próxima geração do X360, muito era especulado acerca disso. Não se sabia ao certo o que a Microsoft traria no quesito games exclusivos, pois muito pouco foi-se dito nesse âmbito ao longo de 2012. Imagino que a única coisa que todo gamer realmente gostaria é que a convenção desse ano da Microsoft fosse menos focada em joguinhos bobinhos a ser lançados para Kinect, como o foi em 2011, convenção esse que foi terrível de “engolir” aliás.

A Microsoft começou muito bem esse ano na verdade. Fato importante, esse ano, a convenção foi transmitida ao vivo pela X-box Live, ou seja, os donos de um X360 puderam conferir toda a convenção de seus próprios consoles.

O início da conferência foi apoteótico para os fãs do X360, com um muito bem produzido trailer de Hallo 4. Melhor do que um simples trailer, a Microsoft trouxe um vídeo de gameplay do jogo, que parece verdadeiramente promissor. Um alívio para os mais conservadores que por certo, lá no fundo, temiam que Master Chief pudesse não ter o mesmo tratamento em outras mãos que não os da equipe da Bungie.

Após Halo 4, o que já foi o suficiente para deixar os ânimos do gamer a flor da pele, o anfitrião do dia, novamente Don Mattrick, dá inicio formal a conferência. Como sempre, assim como todos os anfitriões, em toda e qualquer conferência, Don exalta a superioridade do sistema que “defende”, no caso o X360, de todas as formas possíveis. Nesse ano, bem como no ano passado, “a onda” não mais é somente ser o console com a melhor biblioteca de games exclusivos, mas sim ser o sistema de entretenimento digital mais completo, o que, normalmente, faz com que as últimas conferências, em especial de Microsoft e Sony, me irritem bastante. Enfim, continuando…

(mais…)