Posts com Tag ‘Games’

 

Ouya é o nome de um novo console com sistema Android será lançado em 2013. Os desenvolvedores do game buscaram ajuda em sites para arrecadar capital necessário para a construção do mesmo. A curiosidade dos gamers foi tanta que conseguiram o montante de US$ 8,6 milhões, nove vezes a mais do que o pedido inicial, que foi de US$ 950 mil.

E temos uma ótima notícia aos nostálgicos de plantão: os desenvolvedores buscam parceria com a Namco Bandai e de acordo com o site TG Daily, é provável que clássicos como Tekken, Ridge Racer e Pac-Man sejam lançados para versão Android de Ouya.

Atingindo o incrível status antes mesmo de ser lançado com mais de 65 mil pessoas em prol das novidades que o novo aparelho pode proporcionar.

O novo “brinquedinho” é menor que um cubo mágico, porém equipado  com o processador Nvidia Tegra 3, 1 GB de memória RAM e 8 GB em um cartão de memória, além de entrada HDMI e será vendido por míseros US$ 100.

Apesar de causar desconfiança em alguns por usar o Android como sistema operacional, o Ouya disputará espaço no mercado com os consoles de peso o Xbox 360, da Microsoft, PlayStation 3, da Sony e o Wii U, da Nintendo, que deve ser lançado no final de 2012.

Com gamers divididos entre a curiosidade sobre um novo console e algumas oposições por se tratar de um console que não tenha um suporte de grandes desenvolvedores de games, o Ouya já possui alguns detalhes intrigantes, como por exemplo ter fechado parceria com Square Enix, que lançará “Final Fantasy III” no aparelho, e da Namco Bandai, aplicativos de rádios on-line TuneIn e iHeartRadio e o serviço de vídeos VEVO. Com essas novidades Ouya inicialmente terá jogos lançados para celulares Android e tablets, permitindo jogos na TV, com alguns gratuitos e outros com preço acessível.

trailer de possível jogo para o Ouya (versão de smartphones/tablets)

A série Metroid é uma das mais famosas e consagradas da Nintendo, ao lado de Mario Bros, Zelda e Pokémon, com o seu primeiro jogo lançado em 1986 para o nintendinho 8 bits. Ao longos dos anos a série e sua protagonista, a bela caçadora de recompensas das galáxias Samus Aran, ganhou uma boa base de fãs, com suas histórias scifi e sua armadura dourada criada pelos “homens pássaros” Chozo.

Para situar você leitor/gamer que não está familiarizado com o universo de Metroid, aqui vai um rápido resumo de como tudo começou: No primeiro jogo Samus está no planeta Zebes, onde tenta recuperar os perigosos Metroids (criaturas semelhantes a grandes águas vivas que sugam a energia vital de outros seres vivos, geralmente matando-os) que foram roubados pelos Piratas do Espaço, que planejavam replicar os Metroids e usá-los como armas biológicas. Já neste primeiro jogo foram introduzidos personagens importantes da franquia, como os vilões o “dragão” Ridley, o “lagartão” Kradi e a líder Mother Brain.

Em Metroid II: Return of Samus, lançado em 1991 para o Game Boy (o preto e branco ainda), passa-se algum tempo depois do original. Samus é chamada para exterminar os Metroids que apareceram em seu planeta natal.

Em 1994 era lançada o terceiro jogo, Super Metroid para o Super Nintendo, considerado até hoje por muitos fãs como o melhor jogo da série já feito. E é sobre ele que falaremos agora. (mais…)

Ela é durona. Ela é perigosa. Ela é… Alisia Dragoon

 

Já falamos aqui da famosa bruxa Bayonetta, agora está na hora de falar de outra, não tão famosa. Os “old gamers” talvez lembrem desse jogo, que apesar de muito bom, não foi muito reconhecido (provavelmente pela falta de apoio da Sega of America). Alisia Dragoon foi lançado em 1992 pela competente Game Arts (Silpheed, série Lunar, série Grandia).

O game recebeu boas críticas em seu lançamento, mas logo caiu na obscuridade para ser logo esquecido, o que é uma pena, pois é um jogo que merecia ser mais conhecido entre os gamers. Ele apresenta gráficos muito bem feitos, com um visual e feeling de fantasia muita encantador, uma bela trilha sonora, boa jogabilidade e diversão, e ainda por cima tem como personagem principal uma linda e sexy garota.

Ele utiliza o saudoso esquema de jogo plataforma, e pode lembrar muito clássicos como Valis e El Viento. Mas não se engane, Alisia Dragoon tem as suas próprias qualidades que fazem dele um jogo único e uma ótima opção para quem gosta do gênero. Vamos conhecer melhor este jogo então. (mais…)

Nasce uma estrela!!!

Sonic The Hedgehog chegava no Mega Drive  em Junho de 1991 e é um dos jogos mais revolucionários da sua época. Com o Mega Drive já no mercado, a Sega então precisava de uma mascote com um forte apelo para representá-la, assim como Mario fazia com a sua rival Nintendo. A empresa até uma certa época tinha como mascote Alex Kidd, mas ele ainda não era o mascote ideal (apesar de até hoje em dia ter fãs!). E foi com essa ideia que Yuji Naka  encabeçou a equipe que tinha a importante missão de desenvolver o personagem mais carismático que já apareceu no mundo dos games, causando então um forte abalo no império da Nintendo. (mais…)

Essa notícia eu vi no blog da Yayá Christ e resolvi compartilhar aqui também no Canto Gamer pela sua curiosidade (além de poder interessar ao pessoal que usa máquinas de lavar roupa). O chinês Lee Wei Chen, estudante da Universidade Kingston em Londres, criou um protótipo de uma máquina de lavar roupa que funciona como um grande videogame/fliperama.

“Eu percebi que as habilidades que eu havia criado no mundo  virtual eram inúteis no mundo real, então quis torná-las úteis”, disse Chen em entrevista.

(mais…)