Posts com Tag ‘Hibana’

KU_No_1_kunoichi_by_GETABO

Criados na escuridão para se tornarem assassinos eficazes, os ninjas eram treinados nos segredos das artes marciais, no domínio de diversas armas e eram mestres na camuflagem, com o objetivo de fazer qualquer tipo de trabalho sem serem notados. Foi nos anos 80 e 90 que os ninjas ganharam fama arrebatadora no mundo ocidental, despertando a curiosidade e imaginação acerca desses “super-homens” de origem oriental tão enigmáticos e atraentes. Esqueça essas boiolices modernas de Naruto e afins, estou falando aqui de “GIRL POWER“, de ninjas MULHERES FODAS (ou Kunoichi, no termo em japonês) e não um bando de pirralhas, mas sim de guerreiras ágeis, habilidosas nas artes marciais, que dominam magias milenares e o manejo de armas mortais como a katana e os shurikens. Sim, ninjas são legais pra caralho e botam pra fuder, se você piscar o olho, te matam cinco vezes antes mesmo de você tocar o chão! E felizmente, os videogames desde o seus primórdios são uma fonte inesgotável dos assassinos implacáveis, com ninjas de todos os tipos, tamanhos, cores e gostos. Mas claro que tantos anos de história “videogamelística’ gerou diversas personagens, algumas simplesmente inesquecíveis, e outras nem tanto. Com o intuito de selecionar os THE BEST OF THE BESTS vamos fazer não um, mais DOIS Top 10, um para os homens fodões e outro para as mulheres sensuais e gostosonas! E para a sua sorte, esse aqui é o Top 10 Kunoichis (Ninjas Femininas) dos Games! A versão “peluda” logo estará disponível aqui, pelas mãos do meu colega Eduardo Farnezi, aguardem! Enquanto isso confiram abaixo as mais mortais e gostosas ninjas assassinas dos games, qualquer uma delas poderia abrir facilmente sua garganta com as mãos.

*Não sei que critérios o Eduardo vai usar para a sua lista, mas eu levei em conta aqui, além da beleza, as habilidades, qualidade dos games em que aparecem e a sua popularidade no cenário gamer.

(mais…)

“Esta é uma historia de decadência, contada com muito pesar e desgosto por quem aqui vos escreve. Uma história que começa com a descoberta de um Ninja, o alvorecer de um jogo e o ápice de uma produtora. Era uma vez uma empresa de renome e com games de qualidade incontestável. O nome desta empresa é Sega.”

Houve um dia em que a Sega tinha um console que era top de linha no mercado videogamístico: O Megadrive. Nesta época, a Sega lança um game que é considerado até hoje o melhor game de Ninja já criado, chamado de The Revenge of the Shinobi. O game foi tão famoso, que ainda no Mega Drive, ganhou mais duas versões de qualidade também muito impressionantes. Mas que nunca tiveram o peso e carisma do original.

Anos depois, esta empresa chamada Sega, começa sua decadência. Primeiro com um console chamado Saturn, que apesar de ter fãs ardorosos no mundo, levou um couro de seu rival Playstation. Depois disso, iniciou anterior geração de consoles com o imponente e mal nomeado Dreamcast. Que não aguentou muito contra seu rival mais violento, o Playstation 2. Vendo que não seria possível continuar a combater no mundo poderoso dos consoles, a Sega faz o que parecia ser mais acertado, passou a produzir games para todos os consoles, ou seja, se transformou em uma softhouse. Afinal, tinha franquias poderosas em suas mãos, dentre elas, o dito cujo Shinobi. (mais…)