Posts com Tag ‘Namco’

IT´S RIDDDDGGEEE RACEEEERR !

*análise escrita em 2005*

Antes da Sony lançar seu “Gran Turismo” para Playstation, games de corrida, sejam eles arcades ou simuladores, tinham um rei supremo: Ridge Racer.

race1Começando sua história nos fliperamas, “Rigde Racer” foi a primeira conversão decente de um game originalmente criado para arcades em um console caseiro, que diga-se de passagem era a cria novata da Sony, o Playstation.

A partir deste momento nenhum outro game de corrida havia feito frente a ele, ou mesmo ameaçava fazê-lo, pelo menos em um console. Até que veio Gran Turismo.

Era drástica a diferença entre o game da Sony e o game da Namco. Não apenas no visual, que em Gran Turismo é bem mais realista e vistoso, mas em especial na jogabilidade, que enquanto em Ridge Racer é focada na diversão, em Gran Turismo no realismo. A soma destes fatores fizeram Gran Turismo tomar o reinado de Ridge Racer de maneira quase instantânea.

Provavelmente nada contente com ocorrido, eis que a Namco anuncia um outro game da série Ridge Racer. Desta vez a promessa era que o visual fosse bem mais realista que o de seu rival. Tal visual, aliado a jogabilidade arcade descompromissada e divertida, eram as armas que este novo Ridge Racer apresentaria para retomar seu lugar como o melhor game de corridas.

E assim nasceu Ridge Racer Type 4, vulgo R4. Se ele conseguiu ou não recuperar o seu titulo de melhor game de corrida na época? Isso depende do gosto do freguês. O que vou mostrar aqui é se ele era tecnicamente superior a Gran Turismo ou não.

(mais…)

Topo da análise

Dentre as franquias de fighting games tridimensionais, três merecem grande destaque. São elas Virtua Fighter, Soul Calibur / Soul Edge e Tekken. Das três, duas dessas franquias são pertencentes à hoje chamada Namco Bandai.

Não é coincidência, ou pura sorte, o fato de a Namco Bandai ser líder de vendas nesse seguimento, possuindo inclusive o fighting game mais vendido da história, Tekken (sim meus amigos, Tekken e não Street Fighter detém, até o momento, esse título). Desde 1993, com o lançamento de seu primeiro fighting game tridimensional, a então Namco vem ganhando cada vez mais experiência e know how a cada novo game de luta lançado.

Seu primeiro fighting game 3D lançado foi justamente Tekken, desenvolvido pela produtora para Arcades e Playstation, justamente visando o “confronto” com o pai dos games de luta tridimensionais, Virtua Fighter.

(mais…)

Hoje é sexta-feira 13, dia do coisa-ruim-tinhoso, do gato preto e das bruxas que estão soltas. Nada melhor então do que uma análise de uma game de terror clássico, por isso hoje temos Splatterhouse 3, a terceira e última aventura lançada para Mega Drive em 1993 pela Namco. Os dois títulos anteriores renderam uma boa fama para Rick e sua máscara de Jason. Aproveitando o sucesso de games de luta como Street Fighter 2 e Streets of Rage 2, a Namco resolveu lançar o seu próprio beat’m up no mercado. Como manda o manual de “como se fazer boas sequências”, Splatterhouse 3 apresentava melhores gráficos, mais sangue e violência, mais suspense e uma história mais detalhada e ampliada do universo criado nos títulos anteriores, além da possibilidade de finais diferentes. Tinha tudo para ser um grande sucesso. E realmente o foi.

(mais…)