Posts com Tag ‘Nei’

Phantasy Star para Master System foi um grande sucesso e a Sega tratou logo de lançar uma continuação direta em seu novo videogame, o Mega Drive. Lançado em 1989, trazia a mesma equipe de criação do original (Rieko Kodama, Yuji Naka e “Bo”) e foi um dos primeiros RPGs a aparecer no console de 16 bits da Sega. Tornou-se um sucesso agradando aos fãs. Phantasy Star II vinha em um enorme (para a época) cartucho de 6 Mb. O game é reconhecido por ser o mais difícil da série, com labirintos longos e complicados e uma dificuldade acima da média.

Phantasy Star II nos apresenta mil anos depois da primeira aventura com Alis e seus companheiros para derrotar Dark Force, um cenário não muito diferente do original mostrado no Master System. Pouco foi mudado e tudo ainda ocorria no sistema de Algol e nos planetas de Palma, Motavia e Dezoris, no mesmo estilo fantasia/futurista que havia feito sucesso no jogo anterior. A história, agora mais complexa e com o dobro de personagens, com certeza irá agradar aos fãs de literatura de ficção científica (os quais eu destaco os grandes autores Isaac Asimov, George Orwell, Julio Verne, Frank Herbet, e claro, a série Star Wars – vale lembrar que naquela época os RPGs não tinham essa influência sci-fi como temos hoje). Alias, falando em Star Wars, o primeiro game lembra bastante o primeiro filme da trilogia clássica (o episódio IV) com Alis fazendo o papel de Luke Skywalker, uma jovem inexperiente que precisa derrotar o super vilão. Alguns personagens do jogo foram claramente tirados do filme. Já PS II segue o estilo do segundo filme (o episódio V), com um planeta de gelo igual a Hoth e as sondas imperiais (fotos abaixo) e um clima mais sombrio e pesado (como no filme). Poxa, eles detonaram o planeta mais importante do sistema Algol, Palma, matando uns 90% da população total. Isso sem dizer da morte de um dos personagens… e do grande segredo por trás de Rolf (segredão mesmo, tipo aquele quando Luke descobre que Vader é seu pai).

(mais…)