Posts com Tag ‘Rocket Knight Adventures’

 * análise escrita no lançamento do game

Você lembra de Sparkster  e do jogo Rocket Knight da Konami para Mega Drive? Se não lembra, leia nossa análise para ficar por dentro do assunto. A Konami resolveu fazer um revival da sua antiga mascote e deixou o trabalho para a Climax Studios, que lançou ano passado o excelente Silent Hill: Shattered Memories.

Batizado simplesmente de Rocket Knight, ele é um jogo no bom e velho estilo plataforma, com gráficos 2.5D, ou seja, jogabilidade 2D com visual em três dimensões. O último game do gambá aventureiro foi em 1994 para Mega Drive e SNES. E o que podemos esperar deste novo título, exclusivo via download para Steam, PSN e XBL? Será que vale a pena baixar? Bom, se você curte jogos clássicos de plataforma, então a resposta é SIM, vale muito a pena adquirir esse jogo.

(mais…)

Criado pela Konami em 1993 sob a responsabilidade de Nobuya Nakazato, designer de vários jogos da série Contra, o título tinha tudo de que precisava para ser bom: personagens carismáticos, ação intensa com cenários bem planejados, trilha sonora marcante e dificuldade sob medida. Era a Konami ensinando à outras produtoras como se fazer um jogo de plataforma. Ironicamente o título não fez muito sucesso, apesar de ser muito bom. E se eu não me engano, foi o primeiro título inédito (e não um port de séries já conhecidas) da Konami exclusivamente para um console da Sega.

Sparkster nasceu do “boom” de mascotes de empresas, onda que se iniciou com o grande sucesso de Sonic The Hedgehog  da Sega. Assim surgiram personagem como o gato Bubsi, a minhoca Earthworm Jim, o morcego Aero the Acro-Bat, entre vários outros.

Assim, seguindo a tendência da época de que qualquer bichinho fofo (ou não) podia virar um herói de videogame e faturar uma boa grana, o protagonista deste título é um (não tão fofinho e cheiroso) gambá. A Konami entregou aos jogadores da época um game com um herói bastante carismático e um jogo em si com muita qualidade. As fases têm ação horizontal e vertical e são muito bem boladas, possui gráficos cartunescos muito bem feitos, uma trilha sonora muito bacana e é extremamente divertido. Acabou ganhando uma sequência no Mega Drive e um spin-off no Super Nintendo, que também não fizeram muito sucesso. Relembre ou conheça aqui o game do herói gambá dos 16 Bits. (mais…)