Posts com Tag ‘teenage mutant ninja turtles’

TMNT.0_cinema_640.0

Salve galera!

Como foi possível notar, fiquei basicamente um mês sumido, logo depois de ter retornado com as atividades aqui na Canto Gamer.
Infelizmente, por problemas de tempo (novo emprego, novo ramo…) e também de saúde dei essa sumida. Agora, com tudo essas pendência relativamente resolvidas, poderei voltar com a programação normal por aqui.

Aproveitarei a Canto Gamer para divulgar também materiais que eu produzir para a Game Champz, projeto em que até o momento estou engajado, e também para outros portais. Como eventualmente escrevo para outros sites, blogs e afins, trarei esses conteúdos para a Canto Gamer.

O Márcio, meu colega de blog, anda extremamente ocupado, mas sempre que lhe for possível com certeza ele aparecerá por aqui também.

(mais…)

Anúncios

1989! Eu era um molequinho, rato de fliperama!

E como todo bom rato de fliperama, nada melhor do que reunir os amigos para uma jogatina em conjunto. Nessa época, nenhum jogo foi melhor para reunir a galera em comum jogatina do que o game Teenage Mutant Ninja Tutles: The Arcade Game. Com a possibilidade de chutar bundas dos ninjas do Clã do Pé com até três amigos simultaneamente, a diversão era garantida!

Entretanto, e toda história tem um entretanto…. Quem possuía um console de mesa e não podia ir a um fliperama (antigamente o Arcade era fliperama “mermão!”) como ficava? Ficava chupando dedo sem poder experimentar as Tartarugas Mutantes?

Jamais!

E é sobre o jogo para console de mesa das Tartarugas Mutantes, baseado em Teenage Mutant Ninja Turtles: The Arcade Game que venho aqui tratar hoje. Ô SAUDADE!

Me lembro como se fosse ontem. Eu e meu pai fomos a uma loja comprar umas fitas para o saudoso sistema de 8 bits da Nintendo, carinhosamente conhecido por Nintendinho, o NES. Compramos algumas fitas que por certo me fizeram muito feliz, com uma ou outra ocupando um lugar especial em meu coração. Dentre as fitas lá estava ela: Teenage Mutant Ninja Turtles II: The Arcade Game.

E vontade de arrumar um “Delorean” agora….

Paremos de falar de mim e voltemos ao assunto que interessa!

(mais…)

Você que era um pivetinho nos anos 80/90 certamente deve se lembrar do desenho animado das Tartarugas Ninjas, que fazia um enorme sucesso mundialmente (eu era um grande fã). Claro que esse sucesso rendeu todo o tipo de bugigangas e merchandising para o ávido público consumista da época, e entre eles não poderia faltar os games.

As tartarugas ganharam fama nos videogames com o antológico “Teenage Mutant Ninja Turtles: The Arcade Game”, lançado nos fliperamas pela Konami em 1989. Este game marcou a virada das décadas, e até hoje é lembrando como um dos melhores jogos de pancadaria Beat’m Up da história. Dois anos depois, a empresa lançava no mercado, também para os arcades, “Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time”, sequência que melhorava todos os aspectos do já ótimo game anterior.

E eis que em 1992, “Turtles in Time” recebia sua primeira adaptação caseira no Super Nintendo. E diferente do port de “Final Fight” (leia análise aqui), a Konami fez um trabalho de mestre aqui, mantendo o game tão próximo o possível da sua contraparte original (e o que me deixou muito feliz, afinal já tinha tido uma experiência ruim com “Final Fight”). É, naquela época havia games BONS com as famosas Tartarugas, e não essas porcarias que foram lançadas pós geração PlayStation 2. “Turtles in Time” possui todas as qualidades necessárias para se destacar no gênero Beat’m Up, nos apresentando uma dinâmica simples, mas muita divertida, jogabilidade sólida, alta qualidade audiovisual e ainda sobrou espaço para um pouco de criatividade e originalidade por parte da Konami. Sorte a nossa!

(mais…)